Com pouco mais de 26 mil habitantes e mais casos que Três Lagoas a cidade apertou o cerco contra o coronavírus e gerou revolta entre os comerciantes e empresários

Diário MS – Com 293 casos confirmados do novo coronavírus e duas mortes, Rio Brilhante adota novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus, conforme decreto municipal publicado na quarta-feira.

A medida que mais está agitando a cidade diz respeito ao fechamento total do comércio, que vigora de hoje até o dia 9 de julho.

Na noite de quarta-feira, comerciantes e empresários realizaram carreata pelas ruas centrais, protestando contra a medida do prefeito Donato Lopes.

Pelo decreto, órgãos públicos e privados devem encerrar o atendimento presencial. Missas, encontros e cultos presenciais estão suspensos.

Serviços essenciais como entrega de água e gás, postos de combustíveis e farmácias estão liberados, todos os dias, entre 6h e 20h.

Já mercados, supermercados, açougues, frutarias e padarias podem abrir de segunda à sexta-feira, das 6h até 19h e aos sábados, das 6h ao meio-dia.

Os serviços de delivery só podem ocorrer até 22 horas.

A prefeitura montou barreiras sanitárias nas três entradas/saídas do município. E na principal praça de Rio Brilhante existe um ambulatório que realiza testes rápidos.

O Toque de Recolher fica em vigor das 20h até 5h da madrugada.

Comentários