19/04/2016 16h22 – Atualizado em 19/04/2016 16h22

O Ofício foi direcionado a Câmara que deve votar na próxima terça-feira (26)

Assessoria

Servidores públicos municipais da Prefeitura de Três Lagoas participaram de assembleia no final da tarde de segunda-feira (18) onde a pauta discutida foi a reposição inflacionária, a qual foi definida em 9.38%, a ser concedida para os funcionários públicos municipais concursados efetivados. A Administração prôpos inicialmente um reajuste linear de 4%, que seria estendido a todos os servidores do município concursados e comissionados, que foi recusado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SSPM).

O Secretário de Administração Ruiler Ferreira explicou que o SSPM pleiteava ajuste de 10.99%, além da inflação, acumulada dos meses de março e abril de 2016. O ofício 014/2016/SSPM, trouxe contraproposta de concessão de reajuste somente para servidores efetivos da administração e quanto aos servidores comissionados, a preservação de seus postos de trabalho nos próximos oito meses.
Desta forma, considerando a vedação contida na Lei 9504/97, no seu artigo 73, VIII, que veda a concessão de reajuste acima da inflação dos últimos 12 meses e após análise das contas públicas foi aprovado em assembleia os 9,38% exclusivamente aos servidores efetivos pertencentes ao quadro geral da administração municipal.

A assembleia desta segunda-feira (18) contou com a presença dos vereadores Antonio Luiz Empke Junior (Tonhão), Jorge Martinho e Idelvaldo Claudino. A decisão deve ser votada na Câmara Municipal, na próxima terça-feira (26), e os funcionários passarão a receber o novo valor a partir de junho, com referencia ao mês de maio.

(*) Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Três Lagoas

Servidores públicos municipais da Prefeitura de Três Lagoas discutiram durante assembleia a reposição inflacionária (Foto: Divulgação)

Comentários