17/11/2014 10h05 – Atualizado em 17/11/2014 10h05

Salários de fim de ano devem movimentar mais de R$ 122 milhões no comércio de Três Lagoas

Saldo do 13º salário do trabalhador, mais salário de novembro, pago em dezembro, deverá proporcionar, nas compras de Natal deste ano, grande movimentação no comércio local, avalia pesquisa Fecomércio

Léo Lima com assessoria

Pesquisa de Opinião Pública, encomendada pela Fecomércio MS e sindicatos e realizada pela Fundação Manoel de Barros (FMB) e Universidade Anhanguera (UNIDERP), de 3 a 8 deste, revela que neste Natal estima-se que deverá circular no comércio de Três Lagoas R$ 79,5 milhões do salário de novembro pago no início de dezembro, mais uma parcela de R$ 42,5 milhões do saldo do 13º salário dos empregos formais, sem considerar as parcelas que deverão receber os aposentados, os pensionistas e as empregadas domésticas. Um importante valor para o setor de comércio e serviços.

Da população economicamente ativa, 54% deverão receber 13º. Salário e 0% já receberam uma parcela durante o transcorrer de 2014. A parcela do 13º salário deverá servir para pagar contas em atraso (46%), para a poupança (45%) e reserva para as contas do início do ano (5%), entre outras aplicações.

Como parte deste montante irá para as compras de Natal, estima-se que na cidade deverá circular aproximadamente R$ 7,7milhões em compras de pelo menos um presente, com presentes no valor médio de R$ 145, pois 82% dos consumidores disseram que irão às compras, podendo comprar até três presentes (50%).

DESTINO

Deverão receber presentes as mães (27%), pais (17%), filhos (23%) e esposos (23%). Grande parte dos presentes deste Natal será roupas (46%), brinquedos (25%), calçados (8%) e perfumaria (15%).

Grande parte dos entrevistados disse que efetuarão o pagamento das compras à vista com dinheiro (66%), com o uso do cartão de débito (1%) ou com o cartão de crédito (1%). Pagamentos parcelados com o uso do cartão de crédito é a escolha de 32% dos compradores e as quais serão divididas em até quatro parcelas (48%).

As compras deverão ser realizadas muito próximas ao Natal, pois (33%) irão às compras menos de dez dias que antecede a festa natalina. Uma parcela de 67% dos consumidores ainda não têm idéia da data das compras dos presentes.

PREFERÊNCIA E CONDIÇÕES MELHORES

As lojas do centro são as escolhidas por 100% dos consumidores, que consideram como itens decisivos para as compras nas lojas por preço (48%), atendimento (4%) e promoção (42%).

A população economicamente ativa percebe uma melhoria das suas condições financeiras em 2014 quando comparada com o acontecido em 2013, pois 98% diz que está melhor.

Estes têm uma esperança no seu futuro financeiro, sendo que 53% acreditam que estarão melhores em 2015.

Destacam que no ano que entra terão como prioridades comprar eletrônicos e eletrodomésticos (38%), reformar a casa (35%), ou comprar computadores/notebook/tablete (26%), entre outras.

(*) Assessoria de Comunicação da Fecomércio MS


A pesquisa revela que na cidade deverá circular aproximadamente R$ 7,7milhões em compras de pelo menos um presente (Foto: Arquivo/Perfil News)

Gráfico sobre o uso do 13° salário

Gráfico sobre compras de Natal

Amostragem da pesquisa em algumas regiões do Estado

Comentários