Lei foi sancionada e já está em vigor em Três Lagoas; medida visa desafogar o sistema público, já que o SAMU era obrigado a levar todas as emergências para o SUS, mesmo pacientes que têm plano de saúde

A Câmara de Vereadores de Três Lagoas aprovou, no final do ano passado, uma lei que tem como objetivo desafogar o sistema público de saúde da cidade.

De autoria do vereador e presidente da Câmara, André Bittencourt, a Lei 3.609 permite que sistemas de emergência, como SAMU e Corpo de Bombeiros, possam transportar pacientes para hospitais particulares.

Dessa forma, o paciente que possui plano de saúde pode ser direcionado ao hospital particular. Para isso, o paciente deverá estar portando o cartão do convênio.

Atualmente, o SAMU direciona todos os pacientes para redes de atendimento público, o que sobrecarrega o sistema. “Até mesmo os pacientes que possuem plano de saúde eram direcionados para redes públicas. Agora eles terão a opção de escolher ser levado às redes de atendimento particular”, explica o vereador. Se o paciente não estiver em condições de responder por si, a família ou responsável legal poderá decidir.

Comentários