16/08/2014 09h42 – Atualizado em 16/08/2014 09h42

Agentes de Combate a Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde, constataram condições favoráveis à proliferação do mosquito transmissor da dengue na maioria dos bueiros urbanos

Da Redação

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio do Departamento de Vigilância e Saneamento, da Secretaria Municipal de Saúde, alerta a população sobre o perigo, constatado pelas equipes de Controle de Endemias e de Educação em Saúde, da existência de focos de criadouros e condições favoráveis à proliferação do mosquito Aedes Aegypti, vetor da Dengue, na maioria dos bueiros.

O alerta da Secretaria Municipal de Saúde é quanto ao perigo de se jogar folhas, lixos e entulhos pelas bocas de lobo dos bueiros, causando assim depósitos de água nesses locais e condições favoráveis à proliferação do mosquito da Dengue, como explicou o coordenador de Educação em Saúde, Fernando Garcia Brito.

“Para a solução deste problema, não bastam as ações da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, por meio dos serviços constantes das equipes do Departamento de Infraestrutura, Transporte e Serviços Públicos (DITS)”, observou Fernando.

“A parceria com a população em geral é importante em todas as ações que realizamos no enfrentamento à Dengue. Por isso, o nosso alerta e pedido de colaboração é para as pessoas não jogarem lixo nas ruas e não varrerem folhas e outros detritos nas bocas de lobo dos bueiros”, frisou o coordenador de Educação em Saúde.

“Nesta época de estiagem e de baixos índices de umidade, as condições climáticas não favorecem o formação de criadouros do mosquito da Dengue. No entanto, por causa dessa situação em que se encontram os bueiros, a proliferação do mosquito continua e isso é muito grave e perigoso”, alertou Fernando.

Nos bueiros, as Equipes de Combate a Endemias têm encontrado todo o tipo de lixo, favorável à proliferação do mosquito, obstruindo a passagem das águas.

“Encontramos sacolas plásticas de supermercados, garrafas pet, latinhas de refrigerantes e cerveja, tampinhas de garrafas, embalagens de cigarros e, principalmente, muitas folhas de árvores”, relatou Fernando.

“Uma simples tampinha de garrafa plástica ou de vidro, sacolinha de supermercado, caixa d’água destampada ou qualquer objeto que possa armazenar água formam situações favoráveis à proliferação do mosquito da Dengue”, alertou Fernando.

“No momento, o maior perigo, no enfrentamento à Dengue, está nos bueiros. Por isso fazemos o apelo a toda a população para a responsabilidade que todos temos de evitar situações como estas de favorecimento a criadouros do Aedes Aegypti”, completou.

(*) Com informações de Assecom Prefeitura de Três Lagoas

O alerta da Secretaria Municipal de Saúde é quanto ao perigo de se jogar folhas, lixos e entulhos pelas bocas de lobo dos bueiros, causando assim depósitos de água nesses locais (Foto: Divulgação/Assecom)

Nos bueiros, as Equipes de Combate a Endemias têm encontrado todo o tipo de lixo (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários