27/02/2019 13h48

Em 2018, houve 111 casos novos e em 2019, o Programa Municipal IST-HIV/Aids já realiza o tratamento em 26 novos casos

Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio da equipe do Programa Municipal de Infecções Sexualmente Transmissíveis, Hepatites Virais e Aids (IST-HIV/Aids orienta a população quanto ao perigo de contrair Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, no período de Carnaval.

O coordenador do Programa IST-HIV/Aids, enfermeiro Jessé Milanez dos Santos, informou que a SMS de Três Lagoas recebeu do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, uma remessa de 40 mil preservativos, “que serão distribuídos nos bailes de Carnaval, nas Unidades de Saúde e em algumas empresas, nossas parceiras nas campanhas de educação e prevenção”, disse.

AVANÇO DAS IST-HIV/Aids

Em Três Lagoas, o Programa Municipal IST-HIV/Aids já registra, em 2019, o atendimento em 26 casos novos, sendo seis casos, já no mês de fevereiro. Em 2018, o número total de pessoas, diagnosticadas com Aids e em tratamento, chegou a 111 casos novos. “A grande maioria continua sendo do sexo masculino”, informou Jessé.

“De 2009 até hoje, quarta-feira (27), temos um total de 728 pacientes com acompanhamento no Programa, sendo um percentual aproximado de 59% homens e 41% mulheres”, informou o enfermeiro Jessé.

A ideia é estimular o uso do preservativo, principalmente entre os homens, na faixa etária de 15 a 39 anos.

Estima-se que 866 mil pessoas vivem com o HIV no Brasil. De acordo com o Boletim Epidemiológico de HIV e Aids divulgado no final do ano passado, a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção de casos de Aids em torno de 18,3 casos a cada 100 mil habitantes, em 2017. Isso representa 40,9 mil casos novos, em média, nos últimos cinco anos.

ESTRUTURA DO PROGRAMA

Como ressaltou o enfermeiro Jessé, as ações do Programa Municipal IST-HIV/Aids não se restringe “à distribuição gratuita de preservativos, mas conta com uma equipe de profissionais da Saúde, que realizam variadas ações de acolhimento, aconselhamento, testagem (Aids, Hepatites Virais e Sífilis) e todo o necessário e múltiplo acompanhamento dos pacientes”, destacou o Coordenador.

O horário de expediente, na unidade da SMS, na Rua Bom Jesus da Lapa, número 1078, Bairro Vila Nova, é de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 17h e para o agendamento de exames, a equipe pede que a pessoa ligue antes para se informar sobre o horário, pelo telefone (67) 3929-9893.

Para realizar essas múltiplas ações, o Programa Municipal conta com uma equipe de profissionais, constituída por: médico infectologista, urologista, ginecologista, psicóloga, assistente social, enfermeiros e técnicos de enfermagem, farmacêutico, auxiliar de laboratório e pessoal administrativo.

A Campanha de Carnaval do Ministério da Saúde já está acontecendo (Foto: Rodrigo Nunes (Ministério da Saúde)/Divulgação)

Comentários