29/03/2019 09h47

Confirmação foi divulgada em laudo do Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul – LACEN-MS

Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio do Setor de Vigilância Epidemiológica da Diretoria de Vigilância em Saúde e Saneamento, informa a confirmação de mais um óbito por Dengue, ocorrido na segunda-feira (23).

A confirmação da terceira morte por Dengue, em Três Lagoas, no ano de 2019, foi emitida pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul – LACEN/MS, baseado em exames laboratoriais de amostras de sangue da paciente.

Trata-se de uma mulher, de 79 anos de idade, residente na região central de Três Lagoas, em tratamento na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um Hospital da cidade.

Como informou a coordenadora do Setor de Vigilância Epidemiológica, enfermeira Adriana Spazzapan, confirmado o óbito por Dengue, através do resultado de exames laboratoriais, apenas continuam os procedimentos de investigação do prontuário da paciente.

Porque, antes de comunicar oficialmente o óbito ao Ministério da Saúde, é procedimento normal que se investiguem e sejam confirmadas todas as informações que chegaram ao Setor de Vigilância Epidemiológica, referentes a este caso, como explicou a enfermeira Adriana.

LEISHMANIOSE

Além das três mulheres, que vieram a óbito por Dengue, casos já confirmados pela Vigilância Epidemiológica, em 2019 também houve um óbito por Leishmaniose, que estava sendo investigado.

Como já foi divulgado, trata-se de uma menina, de um ano de idade, cuja família reside no Jardim Flamboyant, falecida em 10 de março no Hospital Estadual de Bauru (SP), onde estava internada.

Segundo relatórios de monitoramento semanal da Leishmaniose, no acumulado de 2019, a Vigilância Epidemiológica também registrou 25 casos notificados da doença. No entanto, todos eles foram descartados por apresentarem resultado negativo.

Comentários