09/10/2019 14h24

No Dia “D”, 19 de outubro, as equipes de vacinação das 16 Unidades da Rede de Atenção Primária de Saúde estarão vacinando as criança de seis meses a menores de cinco anos, das 8h às 17h, sem intervalo.

Redação

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começou na segunda-feira, 7, em todas as 16 Unidades de Atenção Primária de Saúde de Três Lagoas e os pais ou responsáveis devem levar as crianças de seis meses a menores de cinco anos até o Posto de Saúde mais próximo de suas casas para serem vacinadas.

Em Três Lagoas, segundo estimativas do Ministério da Saúde, são 7.482 crianças que precisam ser vacinadas contra o sarampo nesta Campanha que se estende até dia 25 de outubro e que terá como Dia “D”, Dia Nacional de Mobilização, o dia 19, sábado.

No Dia “D”, 19 de outubro (sábado), as equipes de vacinação das 16 Unidades da Rede de Atenção Primária de Saúde estarão vacinando as crianças, das 8h às 17h, sem intervalo.

A coordenadora do Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, enfermeira Humberta Azambuja, orienta os pais e responsáveis a levar consigo a Caderneta de Vacinação das crianças, para que sejam feitas as devidas anotações de avaliação e controle.

Como ressaltou, recentemente, o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, “a vacina é um direito da criança. Ela não consegue ir sozinha a uma unidade de Saúde para se vacinar. Pais, responsáveis, avós chequem a carteira de vacinação como ato de respeito e de amor”, disse.

A princípio, todas as crianças dessa faixa etária (seis meses a menores de cinco anos) devem ser vacinadas contra o sarampo, “para que possamos atingir e até ultrapassar a meta dos 95% de cobertura vacinal em Três Lagoas”, comentou a enfermeira Humberta.

Como explicou Humberta, ao conferir a caderneta de vacinação da criança, cabe à equipe de profissionais de cada Unidade de Saúde verificar se a criança precisa ou não ser vacinada contra o sarampo.

A enfermeira alertou que os pais e responsáveis “devem estar atentos a esta importante oportunidade de vacinar seus filhos, porque a vacina previne contra o sarampo, ou seja, contra uma doença que pode trazer consigo uma série de complicações perigosas para a saúde da criança, como, cegueira e outras infecções generalizadas que podem até levar à morte”.

Comentários