03/04/2019 15h40

Vacinação nas unidades de Saúde, a partir do dia 15, segue cronograma de atenção aos grupos prioritários

Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio da Coordenação do Setor de Imunização, realizou reunião técnica de preparação da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, promovida anualmente pelo Ministério da Saúde.

A reunião, dirigida pela coordenadora do Setor de Imunização da SMS, enfermeira Humberta Azambuja, foi no auditório da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas (ACITL), na manhã desta quarta-feira (3).

Estavam presentes participantes das equipes de vacinação das unidades de atenção básica de saúde, ou seja, as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF), Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS) e as Unidades Básicas de Saúde (UBS) da SMS de Três Lagoas.

No Estado de Mato Grosso do Sul, como foi recentemente divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, a Campanha de Vacinação contra a Gripe, seguindo o cronograma de atenção aos grupos prioritários, estabelecidos pelo Ministério da Saúde, começa na próxima quarta-feira (10).

No entanto, em Três Lagoas, como já foi informado, a vacina contra a Gripe estará disponível em todas as Unidades de Atenção Básica de Saúde, a partir do dia 15 e”logo que chegarem as doses da vacina, antes do dia 15, as equipes das unidades de Saúde estarão indo até aos Centros de Educação Infantil (CEIs) para imunizar as crianças de 06 meses a seis anos incompletos”. Informou Humberta.

Para tanto, “os pais deverão ser avisados para a formulação da autorização de vacina e é também importante que as crianças tenham consigo a Carteira de Vacina para as devidas anotações, porque sem a carteirinha a criança não poderá ser vacinada”, frisou a enfermeira.

A partir do dia 15, começam a ser vacinadas as pessoas do primeiro grupo prioritário que é constituído de gestantes em qualquer tempo de gravidez e as crianças de seis meses até seis anos incompletos, ou seja, até cinco anos, 11 meses e 29 dias.

Numa segunda etapa, a partir do dia 22 de abril, começam a ser vacinadas as pessoas do grupo prioritário a que pertencem os idosos (acima de 60 anos); profissionais da Saúde, mediante comprovação da função; doentes crônicos, com apresentação receita médica; professores e professoras que trabalham em sala de aula na Educação pública e particular, também mediante apresentação de comprovação funcional, por meio de holerite ou crachá; e adolescentes e jovens, de 12 a 21 anos, em cumprimento de medidas sócio educativas em UNEI – Unidade Educacional de Internação.

DIA DE MOBILIZAÇÃO NACIONAL

O denominado “Dia D”, de mobilização nacional da campanha está marcado para o primeiro sábado do mês de maio, dia 04, em todo o Brasil. Detalhes, como locais, equipes volantes e horários do “Dia D” da Campanha de Vacinação serão divulgados oportunamente.

No “Dia D”, a vacina contra a Gripe Influenza estará disponível a todos os Grupos Prioritários, acima citados, ou seja, gestantes, crianças e idosos, profissionais da Saúde e da Educação e Doentes Crônicos, que não foram vacinados nas datas a eles reservadas.

Aproveitando a oportunidade do “Dia D”, as equipes de vacinação da SMS de Três Lagoas estarão também realizando a atualização das Carteiras de Vacina de Gestantes e Crianças.

ESTIMATIVA DE DOSES DA VACINA

Para Três Lagoas, como informou a coordenadora do Setor de Imunização da SMS, enfermeira Humberta Azambuja, a estimativa é imunizar 30.472 pessoas, inseridas nos grupos prioritários de: Crianças até 6 anos incompletos (9.020); Trabalhadores da Saúde (3.153); Professores (1.190); Idosos (10.406); Gestantes (1.427); Comorbidos – doentes crônicos (5.042); População Índigena (107); e puérperas (237).

“A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para Três Lagoas é vacinarmos 90% do total dessa população estimada, o que corresponde a quase 27,5 mil pessoas”, observou a enfermeira Humberta.

As doses da Vacina Trivalente, ou seja, que possui os dois tipos da Gripe Influenza A (H1N1 e o H3N2) e um vírus da Gripe Influenza B, estarão disponíveis em todas as unidades básicas de saúde de maneira escalonada, atendendo à demanda de cada unidade.

Equipes das unidades de Atenção Básica participaram de reunião técnica. Foto: Divulgação

Comentários