02/06/2015 12h15 – Atualizado em 02/06/2015 12h15

Conheça as diferenças dos sintomas produzidos pela Zika, Chikungunya, Febre Amarela e Dengue

Assessoria

Com intuito de esclarecer a população, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Educação e Saúde explica a diferença dos sintomas desenvolvidos pela Zika, Chikungunya, Febre Amarela e Dengue, sendo que todos tem algo em comum: é transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti.

ZIKA

Segundo o coordenador do Departamento, Fernando Garcia, a Zika é uma doença nova que chegou ao Brasil em junho do ano passado. O nome se refere ao local da descoberta do vírus, localizado na África numa região que leva o mesmo nome da doença. O transmissor é o mosquito Aedes Agypti tendo todos os sintomas parecidos com o da Dengue, entretanto, a alergia da pele (vermelhidão) é mais acentuada.

“A pessoa sente uma coceira muito forte, principalmente após o banho. No caso da Dengue, esta coceira se concentra no estágio final, já a Zika permanece o tempo todo da doença”, disse Fernando. Além disso, foi registrada baixa letalidade e não houve morte registrada no Brasil. Em Três Lagoas também não foi registrado nenhum caso deste tipo de vírus.

CHIKUNGUNYA

O nome significa “aquele que se dobra e se contorce”, na língua africana swahili. Originada da Tanzânia, em Moçambique, o vírus tem sintomas semelhantes ao da Dengue, porém com duas variações: conjuntivite e dor intensa nas articulações.

“São dores que são tão fortes que a pessoa não consegue se manter de pé. As juntas dos dedos podem inchar e as dores podem permanecer por dez dias, podendo persistir até meses e em casos raros, por anos, desenvolvendo artrite crônica”, explica. Também não há conhecimento de casos da doença em Três Lagoas.

FEBRE AMARELA

A doença possui duas formas, a urbana que é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti e a da mata, por outros mosquitos silvestres. Nas matas, o primeiro alerta da circulação do vírus é a mortandade de macacos. Tanto na zona urbana quanto nas matas os sintomas também são semelhantes ao da Dengue, podendo apresentar convulsões e até mesmo morte.

A diferença é que para prevenção desta doença já existe vacina que deixa a pessoa imune por dez anos e está disponível na rede pública. Atualmente, não há casos registrados no Município.

DENGUE

Também transmitida pelo mosquito Aedes Agypti, a Dengue apresenta sintomas como dores nas articulações, atrás dos olhos e dependendo da pessoa, vômito, diarreia, perda de apetite. “É ainda a doença mais comum e os sintomas podem variar dependendo do organismo”, explicou.

COMBATE

Fernando lembrou que embora o clima esteja mais frio, época em que a produção de ovos do mosquito diminui, é importante que a população continue com o hábito de cuidar de seus quintais, terrenos e outros espaços que possam conter algum objeto propício para acumular água.

“Temos que manter a medida de controle, para que o mosquito não se prolifere, mesmo em temperaturas baixas em que a larva tem mais dificuldade de se desenvolver, há casos de que o mosquito hiberna, podendo voltar quando as temperaturas se elevarem”, ressaltou.

(*) Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Três Lagoas

Segundo o coordenador do Departamento, Fernando Garcia, a Zika é uma doença nova que chegou ao Brasil em junho do ano passado. (Foto: Assessoria)

Comentários