08/05/2018 16h09

Saúde se prepara para o “Dia D” de vacinação contra a gripe

Vacina estará disponível nas unidades de atenção básica de saúde e na Clínica da Criança, no sábado (12), das 8h às 17h

Redação

Desde o dia 23 de abril, a vacina contra a Gripe Influenza vem sendo aplicada em todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF), em todas as unidades de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS) e na sala de vacinas do Setor de Imunização, no Centro de Especialidades Médicas (CEM) da Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas.

Esta Campanha do Ministério da Saúde irá estender-se até o dia 1º de junho e, como foi amplamente divulgado, o “Dia D” de mobilização nacional de vacinação contra a gripe será no sábado, 12 de maio, véspera do Dia das Mães.

Nesse dia de mobilização nacional, a vacina estará disponível em todas as unidades de ESF e de EACS, assim como na Clínica da Criança e na unidade de Saúde do Distrito de Arapuá, das 8h às 17h.

Para esta campanha “não teremos equipes volantes de vacinação, porque em todas as unidades básicas de Saúde, Clínica da Criança e em Arapuá, equipes estarão atendendo à população, exclusivamente para a aplicação da vacina”, explicou a coordenadora do Setor de Imunização da SMS, enfermeira Humberta Azambuja.

“A finalidade do dia de mobilização nacional, no dia 12 de maio, das 8h às 17h, é intensificarmos a vacinação das pessoas que fazem parte deste primeiro grupo prioritário, ou seja, idosos acima de 60 anos de idade, crianças de 06 meses a 05 anos incompletos; gestantes em qualquer mês de gravidez; puérperas (mulheres em recuperação após o parto); e professores e professoras, provando, por crachá ou holerite, que estão no exercício da profissão”, informou Humberta.

A partir do dia 21 até 1º de junho a vacina contra a gripe continuará disponível às pessoas que pertencem aos grupos citados e também estará sendo aplicada a adolescentes e jovens, de 12 a 21 anos de idade, em cumprimento de medidas socioeducativas; população carcerária e servidores do sistema prisional; e às pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente de idade.

“Para essas pessoas, com doenças crônicas, é importante que providenciem, desde já e com antecedência, a receita médica, específica para a vacina contra a gripe”, orientou Humberta. “Sem a receita médica em mãos, essas pessoas não poderão ser vacinadas”, ressaltou a enfermeira.

PREVENÇÃO

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas orienta a população a adotar hábitos saudáveis de prevenção contra a Gripe Influenza A para fazer frente ao eventual aumento do número de casos notificados da doença.

Em Três Lagoas, segundo informações da SMS, até terça-feira (8), foram notificados seis casos suspeitos de Gripe e dois foram confirmados como casos não subtipados de Gripe Influenza – A.

Além da vacina, recomendada a todas as pessoas que constituem os grupos prioritários, é importante que as pessoas adotem hábitos saudáveis, seguindo as recomendações dos profissionais da Saúde: lavar as mãos frequentemente com água e sabão e, em seguida, passar álcool em gel; quando tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com lenço descartável; não compartilhar alimentos, copos, toalhas e outros objetos de uso pessoal; havendo qualquer sintoma de um simples resfriado ou gripe, a pessoa deve evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas; não usar medicamentos sem orientação médica, porque a automedicação é sempre prejudicial à saúde; e, em caso de suspeita da doença, procure o seu médico ou a unidade básica de saúde mais próxima para diagnóstico e adequado tratamento.

A meta da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe é imunizar 90% da população de risco, residente em Três Lagoas, que está acima de 23 mil pessoas.

Entre essa população estimada, constituída pelos grupos prioritários e que precisam ser imunizados contra a gripe, estão 7.680 crianças, de seis meses a cinco anos incompletos e mais de 10,4 mil pessoas idosas acima de 60 anos.

HORÁRIO DE VACINAÇÃO NAS UNIDADES

Como foi previamente divulgado, em cada unidade de Saúde existe um horário específico de atendimento para a aplicação da vacina.

O horário de vacinas, durante a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe será o seguinte: na Vila Piloto, das 7h30 às 11h e das 13h às 15h; São Carlos (Nova Três Lagoas), das 7h30 às 10h e das 12h às 16h; Santa Rita, das 7h30 às 16h; Jardim Maristela, das 7h30 às 11h; Vila Haro, 7h30 às 16h; Vila Alegre, das 7h30 às 11h e das 13h às 16h30; Vila Nova (Miguel Nunes), das 7h30 às 16h; em Jupiá, das 7h às 11h e das 12h às 14h; Santa Luzia (Residencial Novo Oeste), das 8h às 16h; no Interlagos, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 16h; Santo André, das 8h às 10h30 e das 13h às 15h30; Paranapungá, das 7h30 às 10h30 e das 13h às 15h30; Jardim Atenas, das 7h30 às 10h30 e das 13h às 15h30; e na unidade de Saúde de Arapuá, das 6h às 15h.

Idosos com mais de 60 anos pertencem ao primeiro grupo prioritário a ser vacinado

Comentários