28/04/2014 11h28 – Atualizado em 28/04/2014 11h28

Publicação é direcionada a gestores públicos e empreendedores em pequenos negócios.

Da Redação

O Sebrae lançou neste sábado (26), durante a abertura oficial da Conferência Internacional do Ecoturismo, que acontece até o dia 30 de abril no Centro de Convenções de Bonito, o “Guia prático para sustentabilidade nos pequenos negócios – Ferramentas para o desenvolvimento territorial e fomento à criação de negócios inovadores e sustentáveis”.

A publicação, direcionada a gestores públicos e empreendedores de pequenos negócios, é uma parceria entre Sebrae Nacional, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, com o apoio do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) através do Fumin (Fundo Multilateral de Investimentos); e está disponível para download nos idiomas português e inglês, no site http://www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul/ (menu Estudos e Pesquisas).

“É um guia para que prefeituras menores e a pequena empresa possam priorizar o tema. Mostra como fazer e tira o mito de que é algo difícil, caro e inalcançável”, destaca Sandra Amarilha, gerente de Desenvolvimento Territorial e Políticas Públicas no Sebrae no MS. Segundo ela, as práticas sustentáveis nos territórios e nas empresas deixaram de ser um diferencial para hoje se tornarem obrigatórias.

Entre os temas tratados na publicação estão “O papel dos pequenos negócios no desenvolvimento econômico local”; “As políticas nacionais e as oportunidades de negócio no âmbito local”; “Gestão Pública Municipal Sustentável e apoio ao Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas”; Participação de pequenos negócios nos serviços prestados às prefeituras”; “Oportunidades de negócios inovadores e sustentáveis”

O guia prático está sendo apresentado no estande do Sebrae na Conferência, espaço destinado para dar destaque à sustentabilidade nos pequenos negócios e ao artesanato sul-mato-grossense, através da mostra de peças que retratam a natureza e a cultura do estado.

No local, empreendedores terão a oportunidade de se informar sobre como desenvolver uma ideia de negócio sustentável ou ainda inserir práticas sustentáveis em empresas já constituídas, construindo uma imagem positiva da marca diante da sociedade e garantindo ainda redução de desperdícios em processos do dia a dia.

(*) Com informações de Assecom Sebrae

Comentários