Momentos de tensão geram solidariedade e preocupação com o próximo. Os profissionais da saúde estão se esforçando para cuidar das pessoas de Três Lagoas, e eles também precisam de cuidados.

Foi pensando nisso que pessoas se uniram para a fabricação de máscaras que protegem os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) contra o COVID-19. O Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS) campus Três Lagoas e a UNESP, campus Ilha Solteira, estão produzindo máscaras feitas em impressora 3D.

Enquanto isso, 70 pessoas estão participando do projeto Missão Resgate, da Igreja Assembleia de Deus Ipiranga, produzindo máscaras de tecido que já estão sendo utilizadas pelos profissionais da SMS.

Máscaras de acetato

“Já produzimos medalhas, troféus e também outras coisas, mas algo significativo está sendo feito nesse momento. Realmente estamos participando de algo com impacto social”, afirmou o diretor-geral do IFMS campus Três Lagoas, Walterisio Gonçalves C. Júnior.

A produção é uma parceria com a UNESP, sob responsabilidade do professor Marcus Jorgetto. Foram entregues à SMS 20 máscaras de filamento PLA e folhas de acetato, sendo um material seguro para os profissionais que utilizam.

A Prefeitura de Três Lagoas auxiliará na produção com os insumos necessários para a impressão das máscaras, assim a produção poderá ser ainda maior. “A impressão é um pouco lenta, mas nossas três impressoras estão trabalhando nesse projeto e conforme formos finalizando vamos encaminhando à SMS”, completou o diretor-geral.

Máscaras de tecido

A Igreja Assembleia de Deus Ipiranga reuniu 70 pessoas de diversas igrejas para a confecção de máscaras de tecido. Cerca de 1200 itens já foram entregues para a SMS e a ideia e atingir a meta de 2 mil.

O material (tecido e TNT) é fornecido pela Prefeitura “ficamos gratos pela união dessas pessoas que estão focadas em ajudar os nossos profissionais que estão tão expostos neste momento”, afirmou Angelina Zuque, secretária de Saúde.

A ação voluntária é encabeçada pelo Pastor Rogério Chagas e precisa de mais pessoas que tenham a habilidade e a máquina de costura, com isso, podendo agilizar ainda mais a produção das máscaras.

Desse modo, quem puder ajudar pode entrar em contato com a Josi Serrado pelo contato 9 9271-2762.

Comentários