Seu carro foi atingido por cinco tiros na noite de quinta-feira (4), mas ele saiu ileso.

GLOBO.COM – O secretário da Saúde de Osasco, na Grande São Paulo, sofreu um atentado a tiros na noite desta quinta-feira (4). Fernando Machado de Oliveira estava sozinho no carro e não foi atingido, embora seu veículo tenha sido atingido cinco vezes.

As marcas de bala estão no lado do motorista. Um projétil atravessou a blindagem do veículo, mas não feriu o secretário.

Segundo perícia, criminosos usaram uma pistola 9 milímetros, arma que é de uso exclusivo das Forças Armadas. Um dos disparos atravessou a blindagem do carro do secretário.

Fernando Machado disse em depoimento que estava chegando em casa, por volta 21h30, quando percebeu “uma emboscada”. Segundo ele, os tiros foram disparados de dentro de um carro branco que ficou emparelhado ao lado do carro dele.

Na versão apresentada à polícia, ele disse que recebeu no celular um áudio com ameaças de morte minutos antes do atentado. A voz era de um homem, mas estava distorcida.

A secretária-adjunta da Saúde, Suzete Franco, prestou depoimento e contou que também recebeu ameaças. O caso foi registrado no 5º DP da cidade.

Fernando assumiu a pasta da Saúde de Osasco em abril do ano passado, na administração do prefeito Rogério Lins, do Podemos.

Demissões

Nesta quinta (4), cerca de 150 funcionários foram demitidos após a Prefeitura de Osasco romper o contrato com a Organização Social que era responsável pelo atendimento em seis Unidades Básicas de Saúde.

Comentários