17/04/2013 15h01 – Atualizado em 17/04/2013 15h01

A visita incluiu uma passagem pela UFN 3 (Usina de Fertilizantes Nitrogenados), ainda em fase de construção

A Petrobras acredita que até o final de 2013 cerca de 10 mil trabalhadores de Três Lagoas e região estarão trabalhando nos canteiros de obras da UFN 3

Ricardo Mendes

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, junto ao Sebrae, organizou, nesta terça-feira (16), um dia de visita nas unidades da Petrobras em Três Lagoas.

Pela manhã, o secretário Luciano Dutra e o diretor de indústria e comércio, Diógenes Marques foram até a Usina Termelétrica Luís Carlos Prestes, que fica no Distrito Industrial, as margens do rio Paraná.

No local foram recebidos pelo gerente da unidade, Ricardo Feiten, que apresentou, junto à engenheiros da termelétrica, a importância da usina e como atua no município e envia energia para o Sistema Integrado Nacional. “Geramos 378MW (Mega Wats), desde 2004, usando de turbinas, movidas a gás natural”, explicou.

Também participaram da visita, o vice-prefeito Luiz Akira, Edson Seki do Sest-Senat, a gerente regional do Sebrae, Josi Queiroz Blini, acompanhada de funcionários do Sebrae e representantes da prefeitura de Brasilândia.

Na oportunidade, Luciano Dutra falou sobre o relacionamento com empresas do município e o processo de seleção de fornecedores. “Junto ao Sebrae temos que ampliar a lista de fornecedores para as unidades da Petrobras em Três Lagoas”, afirmou.

UFN 3

Após o almoço, seguiram para UFN 3 (Usina de Fertilizantes Nitrogenados), ainda em fase de construção, na MS 395, saída para Brasilãndia. No local, mais de 4 mil trabalhadores participam da obra, atuando na construção civil ou na montagem de equipamento.

Na ocasião Diógenes Marques explicou que, um levantamento feito pela Petrobras, aponta para um crescimento significativo de operários em 2013.

A empresa acredita que até dezembro deste ano, mais de 10 mil trabalhadores de Três lagoas, Brasilãndia e outras cidades do país atuem no canteiro de obras da UFN 3.

A unidade, pretende reduzir o volume de exportação de fertilizantes, usados no agronegócio brasileiro. Com um investimento de aproximadamente R$ 4,25 Bi, a unidade de Três Lagoas deve produzir 2,2 t/d (toneladas dia) de amônia e 3,6 t/d de ureia.

o vice-prefeito Luiz Akira, o secretário Luciano Dutra e o diretor de indústria e comércio, Diógenes Marques foram visitar unidades da Petrobras no município (Foto: Assessoria de Comunicação)

Comentários