19/08/2008 15h26 – Atualizado em 19/08/2008 15h26

G1

Não vai ser desta vez que a Seleção vai trazer o ouro para casa, mais uma vez o Brasil caiu sob pressão, desta vez diante da arque-rival Argentina. No primeiro tempo os olhares foram direcionados para as estrelas da partida, Ronaldinho e Messi.

No primeiro tempo Messi, foi mais objetivo que o camisa 10 de Dunga, levando perigo a todo o momento ao time canarinho, de modo que a única forma de parar o jogador argentino foi com faltas.

Aos dois minutos de jogo Mascherano, arriscou o primeiro chute a gol da partida, e em seguida aos cinco, Sobis chutou cruzado para fora. Aos 12 minutos Aguero driblou Alex Silva e Breno, e chutou para o gol sem resultado. O último lance do primeiro tempo foi de Messi, o craque entrou na grande área driblando todo mundo e chutou bem, mas Renan rebateu a bola e cortou o ataque Argentino encerrando o primeiro tempo.

No segundo tempo, aos 7 minutos, Di Maria recebe de Gago, na esquerda e cruza para área, Aguero tocou de peito para realizar o primeiro gol da partida. O Brasil ainda quase empata a partida com Sobis, de fora da área.

Ronaldinho, apagado no jogo abre espaço para Messi, que não desperdiça e aos 13 minutos recebe a bola no meio da área, toca para Monzon, que cruza rasteiro para Aguero que faz o segundo da Argentina: 2 a 0.

Dunga ainda tenta alterar o time, trocando Hernanes e Rafael Sobis, e colocando Thiago Neves e Alexandre Pato. Aos 19 minutos, Gaúcho, em cobrança de falta acerta a trave, Pato pega o rebote e manda direto para o gol, mas em posição irregular o lance é anulado.

Aos 29 minutos, Breno faz pênalti em Aguero que não desperdiça e faz Argentina 3, Brasil 0. O gol desestabiliza mais ainda o time que comete faltas duras, Lucas e Thiago Neves são expulsos da partida.

Com dois a menos o Brasil vê a sua chance de ouro ir por água a baixo, e assiste a rival Argentina rumo ao ouro Olímpico, e aos brasileiros só resta esperar mais quatro anos por uma nova oportunidade.

Comentários