O sonho do casal José Augusto dos Santos, de 38 anos, e Kamila Arruda e Silva, de 32 anos durou um dia. Desempregados e vivendo de bicos, resolveram comprar um carrinho de cachorro-quente e instalaram-se em um cruzamento no Parque dos Novos Estados, em Campo Grande.

Tudo deu certo no primeiro dia. Pensaram que iam vender pouco, mas o número de clientes superou as expectativas.

“Nós juntamos R$ 2 mil e compramos o carrinho, além de investir nos materiais e os alimentos. No primeiro dia, sem divulgação nenhuma, a gente pensou que ia vender uns 5 cachorros-quentes e vendemos 17. Ficamos muito felizes e, no outro dia, começamos a divulgar para os amigos. Só que foi só o tempo de eu colocar o molho para aquecer e, como é envelopado o carrinho, liguei o botijão e pegou fogo no plástico”, afirmou José Augusto em entrevista ao portal G1.

Em poucos minutos, segundo José, o fogo espalhou e eles perderam tudo. “Eu até queimei um pouco a ponta dos dedos, pra retirar o botijão dali. O pessoal chamou o Corpo de Bombeiros e pedi para as pessoas se distanciarem, com medo de explodir. Só que eles chegaram e o fogo já tinha consumido tudo, ficou só a estrutura de ferro, só que sem resistência nenhuma”, comentou.

Nesta sexta-feira (8) José conta que recicladores pegaram o carrinho e agora ele pretende “começar do zero”. “Minha namorada voltou a fazer unhas e nós vamos voltar a fazer economia para comprar o carrinho novamente. Ela começou a construção de uma casa e eu estava morando de aluguel, então, nós pensamos parecido, temos planos e por isso não vamos perder o foco agora”, finalizou.

Quem quiser ajudar o casal pode entrar em contato pelos telefones: (67) 99180-3016 – José – ou então (67) 99243-8914 – Kamila.

As informações são do G1.

Comentários