11/11/2006 11h21 – Atualizado em 11/11/2006 11h21

Dourados News

Pesquisadores, profissionais liberais e acadêmicos da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), vão debater a partir de segunda-feira (13), vários temas ligados ao agronegócio de Mato Grosso do Sul, entre eles, as questões relacionadas à cana-de-açúcar. Os debates fazem parte da 16a Semana Agronômica, promovida pela UFGD em parceria com a Associação dos Engenheiros Agrônomos da Grande Dourados (Aeagran). A cana fará parte dos debates na manhã de terça-feira (14). A pesquisadora Leidy Zulys Leyra Eafull, da UFGD, vai destacar principalmente as implicações ambientais envolvendo a cultura. A cana é apontada como uma nova alternativa econômica para o Estado, no entanto, existe uma grande preocupação dos especialistas com relação aos impactos ambientais inerentes à produção em larga escala. Durante o evento de dois dias, os participantes da Semana Agronômica abordarão ainda toda multidisciplinaridade das Ciências Agrárias, enfocando as diversas áreas de atividade na zootecnia e na agronomia, ressaltando a importância destes profissionais como condutores dos processos do agronegócio, na diversificação e sustentabilidade da propriedade rural. Na segunda-feira a abertura acontece a partir das 7h30 e a primeira palestra será sobre o panorama da agropecuária brasileira para a safra 2006/2007. Em seguida, serão abordadas as perspectivas do agronegócio para a região da Grande Dourados. Na segunda-feira à tarde é a vez do mini-curso “Ovinocultura como opção de produção”. Na terça-feira, às 7h30, o evento aborda os inseticidas e a perspectivas para o manejo integrado de pragas. Logo em seguida, as técnicas de biologia molecular e sua aplicação na vida diária e ainda pela manhã o debate sobre a cana-de-açúcar. Na parte da tarde será a vez da palestra sobre o cultivo da alface americana e os programas de controle e garantia de qualidade. “São eventos como este que o profissional e os acadêmicos têm a oportunidade para se atualizar e ficar em sintonia com o mercado e as tendências”, avalia o presidente da Aeagran, Ângelo Ximenes. Mais informações sobre o evento pelo telefone (67) 3411-3800 ou 2422-6465.

Comentários