18/09/2018 13h58

Outro destaque da sessão foi a presença de integrantes do Gabinete de Gestão Integrada do Trânsito e do projeto Patrulha Mirim de Educação

Redação

Na sessão desta terça-feira (18), os vereadores aprovaram, em caráter de urgência solicitado pela prefeitura, o PL nº 85, que autoriza o Poder Executivo a abrir crédito especial por anulação. No caso, serão remanejados R$ 88 mil para a gestão do ensino fundamental.

Outro destaque da sessão foi a presença de integrantes do Gabinete de Gestão Integrada do Trânsito e do projeto Patrulha Mirim de Educação para divulgar a Semana Nacional de Trânsito, realizada de 18 a 26 de setembro, com o tema local “Nós somos o trânsito”.

A coordenadora do setor, Creuza Ramos, usou a tribuna livre e trouxe a reflexão: o que cada um de nós fez para mudar o trânsito? Quais mudanças de atitudes e comportamento tivemos? Segundo ela, para salvar vidas é necessário educação e a parte técnica, todas estas podendo mudar apenas com a mudança de comportamento pessoal.

Creuza disse que as autoridades têm trabalhado incansavelmente na conscientização, porém, os números provam que a população não está aderindo à importante missão de evitar acidentes com sequelas e mortes, o que tem promovido índices de morte maiores que o câncer, em nível nacional.
Neste ano, as ações da prefeitura são: palestra para professores, vídeo e mesa redonda sobre bicicleta, orientação na escola Dom Aquino e blitz educativa na cidade. Creuza encerrou o uso da tribuna livre perguntando até quando veremos mortes sem mudar o comportamento.

O major PM Ênio, do Batalhão de Trânsito, também usou a tribuna livre, focando no comportamento. Ele apresentou alguns dados e fez uma indagação, diante dos números apresentados: “ainda questionam porque fazemos tanta blitz?”. Segundo, ele, neste ano já foram registrados 455 acidentes, sendo que cinco pessoas morreram no local.

Vereadores apoiam semana do trânsito

O vereador Sargento Rodrigues parabenizou pela campanha de trânsito, lembrando que sempre cobra, da prefeitura, investimentos na segurança e que sejam dadas condições de trabalho aos agentes de fiscalização, visando evitar acidentes e poupar vidas.

Gilmar Garcia criticou a extinção da Secretaria de Trânsito, lembrando que o setor é municipalizado e necessita de recursos maiores.

O vereador Celso Yamaguti elogiou o árduo e constante trabalho de educação para o trânsito e também ressaltou que a prefeitura tem se preocupado. Ele aproveitou para solicitar estudos sobre a viabilidade de ser instalado um semáforo no cruzamento da rua Angelina Tebet coma rua Trajano dos Santos, próximo à igreja Santa Luzia. Também solicitou a colocação de placas com nomes de rua.

O vereador Luiz Akira também apresentou solicitação para a implantação de semáforo, neste caso, no cruzamento da avenida Olintho Mancini com João Tomes. Ele ainda parabenizou a todos os envolvidos pela Semana Nacional de Trânsito. Akira disse que a diretora Creuza Ramos tem muita didática para formar a população e também para agregar muitas pessoas para buscar melhores alternativas. Akira afirmou que trânsito é preocupação constante dos vereadores, com indicações semanais sobre o tema. Ainda defendeu que educação das crianças e disse acreditar que estas ações promoverão bons frutos futuros.

O vereador ainda defendeu que a prefeitura coloque um olhar técnico, de engenharia de trânsito e mobilidade, pensando na cidade para os próximos 30 anos e pensando nos impactos que a industrialização tem causado. Ainda solicitou que parlamentares federais coloquem, no orçamento federal, verba para construir um anel viário que absorverá o tráfego de caminhões. Por outro lado também defendeu a criação e melhoria de ciclovias, abertura da Filinto até a BR 262.

Tramitações

Ainda tramitaram os seguintes projetos de lei, sendo todos encaminhados para análise da Comissão de Educação, Meio Ambiente, Cultura, Desporto e Turismo:
PROJETO DE LEI Nº 62 DE 16 DE JULHO DE 2018: “AUTORIZA A CRIAÇÃO DO PROGRAMA BOLSA ATLETA MUNICIPAL”
PROJETO DE LEI Nº 63 DE 16 DE JULHO DE 2018: “DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO, COMPOSIÇÃO, COMPETÊNCIAS E FUNCIONAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE ESPORTE – CME”.
PROJETO DE LEI Nº 64 DE 16 DE JULHO DE 2018: “DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTES DE BASE”

Vereadores ainda aprovaram remanejamento de orçamento para atender a educação  (Foto/Assessoria)

Comentários