26/12/2012 14h33 – Atualizado em 26/12/2012 14h33

Moka está entre os 12 senadores que devolveram 14º salário

O fim do pagamento da ajuda de custo foi aprovado por unanimidade pelo plenário do Senado.

Da Redação

O senador Waldemir Moka (PMDB) devolveu o valor de R$ 26,7 mil, referente à ajuda de custo paga a todos os senadores ao final de cada legislatura.

De acordo com a Diretoria-Geral do Senado, além de Moka, outros 11 senadores recusaram a regalia. Outros 69 parlamentares embolsaram o benefício, turbinando as festas de fim de ano.

A relação dos senadores que devolveram o salário extra foi divulgada no último domingo (23) pelo jornal Correio Braziliense. O fim do pagamento da ajuda de custo foi aprovado por unanimidade pelo plenário do Senado.

Em fevereiro de 2013, os parlamentares vão receber a segunda parcela. Moka, no entanto, já comunicou a Casa de que não aceita receber o benefício em fevereiro. “Não é coerente que eu receba esse benefício porque votei pela sua extinção”, afirmou.

O senador também pagou do próprio bolso o valor correspondente ao imposto de renda incidente sobre a ajuda de custo dada aos senadores nos dois últimos anos. “Não fiz mais que obrigação. Devemos pagar impostos como qualquer cidadão”, disse.

Apesar de extinto pelo Senado, o fim do pagamento dos chamados 14º e 15 º salário só será oficializado depois que a Câmara dos Deputados aprovar o projeto, o que só deve ocorrer no próximo ano.

Confira a lista dos senadores que não receberam ou que devolveram o 14º salário:

  • Ana Amélia (PP-RS)

  • Ana Rita (PT-ES)

  • Cristovam Buarque (PDT-DF)

  • João Capiberibe (PSB-AP)

  • João Ribeiro (PR-TO)

  • João Vicente Claudino (E) (PTB-PI)

  • Pedro Taques (PDT-MT)

  • Randolfe Rodrigues (PSol-AP)

  • Rodrigo Rollemberg (PSB-DF)

  • Lindbergh Farias (PT-RJ)

  • Walter Pinheiro (PT-BA)

  • Waldemir Moka (PMDB-MS)

Os outros 69, mesmo votando contra a regalia, embolsaram R$ 26,7 mil referentes ao 14º.

(*)Informações da Assessoria de Comunicação e do Correio Braziliense, edição 23/12/2012

Moka não aceitou receber 14º salário do Senado. Foto: Divulgação/Assessoria

Comentários