20/04/2013 08h31 – Atualizado em 20/04/2013 08h31

Longen lança Senai Educa com 60 mil vagas gratuitas em 269 cursos para 45 cidades

O presidente da Fiems informou que foram adquiridos 60 containers salas de aula que serão levados até as cidades onde não há unidades físicas do Senai

Da Redação

No momento em que o setor industrial de Mato Grosso do Sul bateu recorde na geração de emprego com a criação de 5.058 novos postos formais de emprego de janeiro a março deste ano, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, lançou, nesta sexta-feira (19), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande, junto com 16 prefeitos, secretários municipais, deputados e professores, o Programa Senai Educa. Trata-se de uma ampla ação de formação profissional que oferece, ao longo deste ano, 60 mil vagas em 269 cursos gratuitos distribuídos por 45 cidades. “O Programa representa o enfrentamento do Sistema Fiems ao principal gargalo do setor atualmente: a falta de mão de obra qualificada”, disse.

Para contemplar os 45 municípios beneficiados com os cursos gratuitos, incluindo os oferecidos com recursos próprios do Senai e em parceria com o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), foram adquiridos 60 containers salas de aula que serão levados até as cidades onde o Sistema Fiems não conta com unidade física. “É uma ação que alia os sonhos e as esperanças de todas estas pessoas atendidas ou que ainda irão se formar em um dos cursos do senai com a vocação para produzir e crescer de um mato grosso do sul forte e representativo no contexto da nação”, discursou.

PARCEIROS

Na avaliação da secretária estadual de Trabalho, Assistência Social, Tânia Mara Garib, que representou o governador André, as empresas que estão vindo para o nosso Estado buscam mão de obra qualificada e o Programa Senai Educa vai contribuir para reduzir este déficit. Já a secretária estadual de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Industria, do Comércio e do Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, ressaltou a necessidade de investir em qualificação de maneira permanente.

Para o presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) e prefeito de Anastácio, Douglas Figueiredo, com o Senai Educa, o Sistema Fiems está consolidando o direcionamento de regionalizar o desenvolvimento industrial anunciado pelo presidente Sérgio Longen com o PDR (Programa de Desenvolvimento Regional).

O deputado estadual Paulo Corrêa, presidente da Comissão de Indústria e Comércio da Assembleia Legislativa, acrescentou que, graças aos investimentos em qualificação profissional feitos no Estado pelo Sistema Fiems e o Governo do Estado, as empresas estão olhando com outros olhos para Mato Grosso do Sul.

O diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, acrescenta que essa oferta significativa de vagas em diversas áreas tecnológicas demonstra o compromisso da entidade e do Sistema Fiems com o desenvolvimento industrial do Estado. “Essa quantidade de vagas é histórica para Mato Grosso do Sul e representa um grande empenho do Senai em enfrentar o problema da falta de pessoas qualificadas para trabalhar nas indústrias do Estado”, disse.

As 45 cidades beneficiadas neste ano pelo Senai Educa são Água Clara, Amambai, Anastácio, Angélica, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Batayporã, Brasilândia, Caarapó, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dourados, Eldorado, Glória de Dourados, Inocência, Ivinhema, Jardim, Ladário, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paranaíba, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde, Santa Rita do Pardo, São Grabiel do Oeste, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, Terenos e Três Lagoas.

(*) Com informações de Assecom FIEMS

Longen, lançou, nesta sexta-feira junto com 16 prefeitos, secretários municipais, deputados e professores, o Programa Senai Educa (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários