26 C
Três Lagoas
sábado, 25 de junho, 2022
InícioIndústria & ComércioIndústriaSenai está preparado para qualificar profissionais demandados pela indústria de Mato Grosso...

Senai está preparado para qualificar profissionais demandados pela indústria de Mato Grosso do Sul

No último ano, mesmo com os impactos da pandemia, a instituição formou cerca de 20 mil profissionais em cursos pagos e gratuitos, em nível técnico, de iniciação, qualificação, especialização e graduação, em Campo Grande e no interior

Com ampla estrutura, inovações tecnológicas e professores habilitados, o Senai está preparado para qualificar os profissionais demandados pela indústria nos próximos anos, em Mato Grosso do Sul. Conforme o Observatório Nacional da Indústria, 137,5 mil pessoas precisarão de formação até 2025 para atender o setor industrial no Estado.

De acordo com o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, a instituição trabalha com estudos indicando as necessidades das empresas, inclusive, apontando tendências da produção e processos de transformação da área do eucalipto, por exemplo, que se fortalece no interior.

“Nós temos oportunidade tanto de investimento nas melhores salas de aula, nos melhores equipamentos, nos melhores professores e nas melhores capacitações. Ou seja, estamos preparados para qualificar não apenas 137 mil, mas 237, 537 mil pessoas, conforme for a necessidade do chão de fábrica da indústria em Mato Grosso do Sul”, garantiu.

No último ano, mesmo com os impactos da pandemia, a instituição formou cerca de 20 mil profissionais em cursos pagos e gratuitos, em nível técnico, de iniciação, qualificação, especialização e graduação, em Campo Grande e no interior.

Entre os novos investimentos realizados com a finalidade de levar formação para qualquer lugar do Estado, está a aquisição de 50 salas de aulas móveis. Com capacidade de serem transformadas em laboratórios, as estruturas viabilizam a qualificação dos profissionais tanto no campo como em áreas urbanas e estão disponíveis para atender empresas, prefeituras e instituições de ensino.

Necessidade de atualização

O Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, estudo realizado pelo Observatório Nacional da Indústria, aponta que do total de 137,5 mil qualificações estimadas, 26,8 mil são de formação inicial, para repor inativos e preencher novas vagas, e 110,6 mil em formação continuada, para trabalhadores que devem se atualizar.

Portanto, da necessidade de formação nos próximos quatro anos, 80% serão em aperfeiçoamento. As ocupações industriais são aquelas que requerem conhecimentos tipicamente relacionados à produção industrial, mas estão presentes também em outros setores da economia.

 O mercado de trabalho passa por uma transformação, ocasionada principalmente pelo uso de novas tecnologias e mudanças na cadeia produtiva; e, cada vez mais, o Brasil precisará investir em aperfeiçoamento e requalificação para que os profissionais estejam atualizados.

Assessoria de Comunicação

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.