21/10/2015 14h13 – Atualizado em 21/10/2015 14h13

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que começou nesta quarta-feira (21/10) e prossegue até sexta-feira (23/10), na Sectei

Assessoria

Uma bancada de simulação didática de pneumática que simula equipamentos utilizados na indústria está em exposição no estande do Senai montado para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que começou nesta quarta-feira (21/10) e prossegue até sexta-feira (23/10), na Sectei (Secretaria Estadual de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação), em Campo Grande (MS). O governador Reinaldo Azambuja, que participou da cerimônia de abertura do evento, visitou o estande do Senai e conheceu o funcionamento da bancada de simulação didática de pneumática.

Segundo Reinaldo Azambuja, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia tem uma grande importância na superação das dificuldades. “Esse é o caminho para a sociedade: investir pesado em ciência, tecnologia e inovação”, disse. Já o secretário estadual de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery, destacou a participação de Mato Grosso do Sul nas principais feiras de tecnologia do mundo e ressaltou que o Estado é um celeiro de jovens com excelentes ideias. “Esse é o caminho, e todos os jovens devem se engajar no sentido de construir um projeto democrático no país”, finalizou.

O diretor-técnico do Senai, Gilberto Evidio Schaedle, destacou que o movimento criado pela Semana de Ciência e Tecnologia ajuda a difundir o conceito de inovação. “O evento representa a soma de esforços das entidades que visam promover um ambiente mais favorável para o desenvolvimento das empresas através da inovação, tecnologia e ações integradas”, afirmou.

De acordo com o técnico da Gerência de Tecnologia e Inovação do Senai, Alonso Simões, as ferramentas são utilizadas pelos instrutores em sala de aula para facilitar as aulas práticas de quem opta pela carreira técnica e pelo aprendizado no Senai. “Isso faz com que os alunos fiquem familiarizados com os equipamentos com os quais irão lidar no mercado de trabalho”, declarou.

VISITANTES

“É interessante conhecer as ferramentas de tecnologia que ajudam na educação. Os alunos estão cada vez mais ligadas a esse mundo”, disse a professora de informática Vera Lúcia Sandri, que observou o simulador de acionamentos pneumáticos durante visita ao estande do Senai. A estudante Dyulli Kaetlin, 15 anos, também visitou o estande e, para ela, a tecnologia veio para facilitar a vida das pessoas no trabalho.

A estudante Nahimah Badin, 16 anos, ficou curiosa com a bancada de simulação do Senai. “Ver a exposição ajuda a enxergar novas as possibilidades e estimula a gente a conhecer as profissões”, disse. Com o tema Luz, Ciência e Vida, a 12ª edição do evento deve receber aproximadamente dois mil alunos de escolas públicas e particulares.

Na Capital, a programação conta com palestras, minicursos e exposições como a Expolumine e a de Microfotografias 3D de espécimes do cerrado, além de estandes das instituições parceiras. Várias ações também vão ocorrer em outros municípios, sendo os principais: Ponta Porã, Dourados, Naviraí, Três Lagoas e Corumbá. Em todo o Estado, a Semana contará com mais de 1,2 mil atividades e 183 instituições envolvidas.

Também participaram da abertura do evento a secretária estadual de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta, o secretário estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, o diretor-presidente da Fundect, Marcelo Turine, entre outras autoridades.

(*) Assessoria Fiems

Funcionamento da bancada de simulação didática de pneumática (Foto:Assessoria)

Comentários