17/04/2013 15h36 – Atualizado em 17/04/2013 15h36

Serviço gratuito de alerta para documentos extraviados, furtados ou roubados auxilia no combate a golpes

Da Redação

Quem teve seus documentos ou cheques extraviados, furtados ou roubados, deve registrar o boletim de ocorrência em uma Delegacia de Polícia mais próxima de sua casa e nos casos de furto simples e extravio, a Delegacia Virtual é uma alternativa para o registro.

Contudo, um serviço gratuito oferecido ao consumidor através da Serasa Experian pode auxiliar e até evitar alguns contratempos como fraudes e inserções negativas indevidas.

Através de um alerta cadastrado no Serviço de Documentos e Cheques Roubados da empresa, que pode ser feito pelo endereço http://www.serasaconsumidor.com.br/gratuito_roubados.html, ou pelo telefone da Central de Atendimento ao Consumidor, no número (11) 3373-7272, que funciona todos os dias da semana, das 8h às 20h, basta o consumidor informar o registro de folhas de cheque e/ou os dados dos documentos como RG, CPF, título de eleitor e CNH.

A partir da inclusão dos dados, as informações ficam disponíveis de imediato para todos os clientes da Serasa Experian no país. No caso dos documentos, o alerta fica no sistema de consultas, provisoriamente, por um período de dez dias úteis. Para que permaneçam por tempo indeterminado, o consumidor precisa enviar dentro desse prazo o Boletim de Ocorrência e uma declaração formal à Serasa Experian. Já no caso dos cheques, as informações ficam na base de dados por três dias úteis, tempo para o correntista avisar o banco, fazer o Boletim de Ocorrência e sustar os cheques. Após a sustação, o alerta do cheque permanecerá por tempo indeterminado na base de dados da Serasa Experian.

De acordo com levantamentos da Serasa Experian, o risco de o consumidor ser vítima de fraude é 120% maior para quem tem um dos seus documentos extraviados. Outro indicador da empresa aponta que a cada 14,8 segundos um consumidor brasileiro é vítima da tentativa de fraude conhecida como roubo de identidade, em que dados pessoais são usados por criminosos para obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos ou fazer um negócio se apresentando com uma falsa identidade.

Estudos dos casos de fraudes confirmados, dentre os alertas apontados pelas soluções antifraudes da Serasa Experian, constataram uma elevação de 25% de comprovação de fraudes decorrentes de alertas a consultas realizadas durante feriados prolongados, o qual apresenta uma grande incidência de tentaivas de golpes.

Ferramentas disponíveis no mercado podem reforçar a prevenção contra a fraude, como é o caso do serviço de Alerta de Identidade da Serasa Experian (http://www.serasaexperian.com.br/alertadeidentidade/). No momento da venda, o comerciante pode fazer uma consulta ao CPF do consumidor e analisar o histórico daquele documento. A partir disso, o serviço dá uma nota de zero a mil às informações apresentadas e indica se há e qual é o grau de risco.

(*) Com informações de Assecom PC MS

Comentários