10/03/2018 16h15

Veículos bateram de frente na BR-262. Adolescente sobreviveu e passa bem. Local é conhecido como ‘’Rodovia da Morte’’

Lucas Gustavo

Antônio Marcos Teles, de 44 anos, gestor de frota da Superintendência de Assistência Socioeducativa (SAS), ligada a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp-MS), morreu, por volta das 8h deste sábado (10), no quilômetro 102, da BR-262, em Água Clara. Ele viajava de Campo Grande com destino a Minas Gerais em um veículo oficial Siena Fire, de cor branca. O automóvel bateu de frente com uma caminhonete Hilux, preta, que seguia para Inocência. No momento em que o resgate chegou, o servidor público não apresentava mais nenhum sinal de vida.

Ao Perfil News, a Polícia Civil de Água Clara informou que, quando a batida ocorreu, Antonio transportava um adolescente infrator, de 17 anos. O jovem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros de Três Lagoas e encaminhado ao hospital Nossa Senhora Auxiliadora. Ele teve apenas escoriações e está internado sob escola da PM.

A caminhonete era conduzida por um fazendeiro de 34 anos, de Dracena (SP). O homem foi levado ao hospital de Água Clara, por uma ambulância, e passa bem.

O delegado de Água Clara, Marcílio Ferreira Leite, esteve no local do acidente com outros policiais civis. Agora, um inquérito será instaurado para apurar os motivos da colisão.

A ocorrência também foi registrada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Informações dão conta que Antônio era funcionário do Estado há mais de 15 anos. Uma funerária recolheu o corpo do homem.

Carro oficial do Estado, Siena Fire, em que o servidor viajava. (Fotos: Divulgação - Polícia Civil).

Caminhonete Hilux envolvida no acidente. (Fotos: Divulgação - Polícia Civil).

(Fotos: Divulgação - Polícia Civil).

Uma funerária recolheu o corpo do homem. (Fotos: Divulgação - Polícia Civil).

Comentários