09/10/2017 14h50

Capacitação, ministrada por um técnico do CEREST de Piracicaba (SP), foi na Câmara Municipal, no período da manhã desta segunda-feira (9)

Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio do Setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador da Diretoria de Vigilância e Saneamento, realizou “Capacitação em Análise de Prevenção de Acidentes de Trabalho, no período da manhã desta segunda-feira (9), no recinto do Plenário da Câmara Municipal.

A capacitação, prevista no Plano de Ação (PA) do Setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador, esteve a cargo do técnico e fiscal em Saúde do Trabalhador, Marcos Hister, do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) de Piracicaba (SP).

Na abertura da capacitação, a secretária de Saúde de Três Lagoas, Angelina Zuque, se fez representar pelo diretor de Assistência à Saúde, enfermeiro do trabalhador, Afrânio Augusto Alencar Azambuja, que ressaltou a importância da capacitação dos servidores no exercício de suas funções.

“Todos sabem o quanto a secretária de Saúde incentiva a capacitação continuada dos servidores, para que possamos desempenhar melhor nossas funções e melhor atendermos à população”, observou Afrânio.
A capacitação contou com a presença e participação da coordenadora do Setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador, Maria Aparecida de Oliveira, e de representantes dos demais setores da Diretoria de Vigilância e Saneamento da SMS de Três Lagoas e da microrregião, que inclui também os municípios de Selvíria, Água Clara, Brasilândia, Bataguassu e Santa Rita do Pardo.

“Com esta capacitação, aprendemos mais ainda como trabalhar na fiscalização de prevenção de acidentes que possam prejudicar a saúde do trabalhador”, resumiu Maria Aparecida.
A capacitação nos “ensina como analisar situações do dia a dia do trabalhador no seu local de trabalho e como fiscalizar se os empresários e trabalhadores estão ou não de acordo com as normas de segurança para prevenirmos acidentes e valorizarmos sempre a saúde do trabalhador”, observou a coordenadora do Setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador.

Por isso, “as ações de Vigilância em Saúde do Trabalhador deverão ser desenvolvidas por profissionais da Vigilância em Saúde, capacitados e aptos a intervir, se for necessário, em situações que apresentem fatores de risco ou agravos, visando sempre a prevenção e a promoção da saúde”, explicou Maria Aparecida.

(*) Assessoria de Comunicação Prefeitura de Três Lagoas

A capacitação contou com a presença e participação da coordenadora do Setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador, Maria Aparecida de Oliveira

Comentários