04/12/2014 16h30 – Atualizado em 04/12/2014 16h30

Eles chegaram em caravana na Câmara dos Deputados para pressionar os parlamentares a aprovarem projetos de lei

Da redação

Servidores do judiciário federal e MPU de Mato Grosso do Sul e de quase todos os Estados brasileiros, contribuíram para agitar Brasília ontem (3) durante todo o dia. Eles chegaram em caravana na Câmara dos Deputados para pressionar os parlamentares a aprovarem as PLs 7919/14 e 7920/14, que tratam do aumento salarial da categoria e outros benefícios.
Os seguranças da Câmara arrancaram as faixas colocadas no local e logo chegaram policiais militares para conter a manifestação. Depois de um clima tenso, as faixas ficaram nas mãos dos servidores, em frente ao cordão de isolamento, e a manifestação pela aprovação dos PLs 7919/14 e 7920/14 continuou a ser realizada. No chão, foram afixadas velas acesas indicando os números dos PLs.

A caravana de Mato Grosso do Sul foi liderada pelo Sindjufe/MS (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal e Ministério Público da União em Mato Grosso do Sul). Entre os participantes de MS, José Ailton Pinto de Mesquita Filho, coordenador jurídico do sindicato e Antônio Cesar Amaral Medina, coordenador geral.

Devido à falta de quórum, não houve sessão plenária na Câmara. Isso ocorreu principalmente porque os debates ficaram voltados à realização da sessão do Congresso Nacional, que iniciou às 18 horas, para votar a mudança na meta fiscal. Como não foi realizada a sessão da Câmara, não houve as duas sessões ordinárias necessárias para que o PL 7920/14 pudesse retornar à pauta da CFT (Comissão de Finanças e Tributação). Com isso, o projeto ficou fora da pauta da reunião da comissão ontem (03), o que levou os servidores a focarem a pressão na aprovação dos requerimentos de urgência para que os projetos sejam apreciados diretamente no plenário.

Por isso, dirigentes da Fenajufe e representantes de sindicatos filiados que participaram da atividade de ontem no Congresso Nacional realizaram um trabalho de convencimento junto aos líderes partidários para que os requerimentos de urgência aos PLs 7919/14 e 7920/14, que estão sob a mesa do plenário, possam ser votados na sessão de ontem.

Embora o PL 7920/14 não estivesse na pauta da CFT, todos continuam convocados para comparecer à Câmara, na quarta, a partir das 9 horas, para pressionar os parlamentares pela aprovação dos requerimentos de urgência.

A Fenajufe ressaltou que é muito importante que os sindicatos filiados façam um esforço para enviar representantes a Brasília no dia 10 de dezembro, para participarem do ato nacional no STF pela dignidade dos servidores. O objetivo é cobrar do presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, um emprenho maior na busca de um acordo com o governo para fazer valer a autonomia do Judiciário com o intuito de aprovar o projeto de reajuste dos servidores com a mesma celeridade com que está sendo tratada a reposição salarial dos magistrados e procuradores.

(*) Assessoria de comunicação

Servidores manifestaram pela aprovação de projetos de lei que tratam de aumento de salário (Foto: Divulgação)

No chão, foram afixadas velas acesas indicando os números dos PLs (Foto: Divulgação)

Comentários