30/04/2015 17h03 – Atualizado em 30/04/2015 17h03

A motivação vem pela conquista do maior índice de reajuste salarial dos últimos anos

Assessoria

Na semana do Dia do Trabalho, o presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE-MS), conselheiro Waldir Neves, anunciou um índice de reajuste de 8 pontos percentuais a vigorar sobre os salários de todos os servidores a partir do mês de maio, data base da categoria. O percentual supera, inclusive, aos demais negociados, este ano, com servidores de outras categorias do Poder Público do estado de Mato Grosso do Sul.

Para divulgar, o índice o presidente da Corte de Contas convidou o presidente do Sindicato, Sinsercon, Wanderley Tiverolli; o vice-presidente, Humberto Braud; o diretor financeiro do Tribunal, Parajara Moraes Alves Júnior; e o chefe de gabinete da presidência, Nelson Brandão demonstrando a lisura e o aspecto democrático na condução do processo de negociação salarial, fruto do diálogo que tem sido, cada vez mais, valorizado na relação entre as duas instituições “sem se esquecer da valorização do servidor que é a alma desta Corte”, destacou Waldir Neves.

PRÓXIMO PASSO

O próximo passo é o encaminhamentodo anteprojeto com o reajuste à Assembleia Legislativa, aos servidores (Efetivos, Comissionados, Aposentados, Pensionistas e MPC), aprovado em sessão do Pleno na quarta-feira (29/04). O presidente explicou que esse índice, só foi possível de ser atingido após alguns ajustes nos investimentos programados para este ano, e justificou: “mediante a retração da economia, aumento da inflação, e consequentemente, a diminuição no repasse do Governo do Estado no duodécimo, fizemos alguns ajustes e pudemos chegar a 8%, o que significa a reposição da inflação, sem se esquecer da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), ficando dentro do limite prudencial que é de 1,25% da Receita Corrente Líquida”, concluiu Waldir Neves.

Na oportunidade o presidente do Sinsercon, Wanderley Tivirolli agradeceu ao presidente pela postura de diálogo adotada por ele, desde o princípio das negociações, após a entrega das reivindicações e discussão do assunto. O vice-presidente do Sinsercon, Humberto Braud reforçou o que disse o presidente do Sindicato, afirmando que o conselheiro Waldir Neves foi sensível desde o princípio, colocando o diretor financeiro, Parajara Moraes Alves Filho a disposição, para através do diálogo, estudarem em conjunto o impacto do reajuste na folha de pagamento. “Foi um processo de gestão democrática”, observou.

Durante a sessão, o anteprojeto de lei recebeu parecer favorável do MPC-MS através de seu procurador geral de Contas, José Aêdo Camilo, e foi relatado com voto a favor pela conselheira Marisa Serrano. Colocado em votação, os conselheiros Iran Coelho, Ronaldo Chadid, Osmar Jeronymo e Jerson Domingos também votaram pela sua aprovação. Agora, o anteprojeto segue para a Assembleia Legislativa onde deverá ser incluído na pauta para votação. Após aprovação e publicação no Diário Oficial, é que o aumento salarial entra em vigor, o que deve ocorrer ainda no mês de maio, data base dos servidores do TCE-MS.

(*) Assessoria do TCE-MS

Foi divulgado durante a reunião o percentual, que inclusive é maior que o esperado. (foto: Divulgação)

Comentários