06/05/2013 15h47 – Atualizado em 06/05/2013 15h47

Longen recebe doação de área para construção de biblioteca do Sesi em Porto Murtinho

A escritura foi assinada pelo prefeito Heitor Miranda dos Santos nesta segunda-feira (06/05) na Prefeitura Municipal

Da Redação

Durante visita ao município de Porto Murtinho nesta segunda-feira (06/05), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, recebeu do prefeito Heitor Miranda dos Santos a escritura de doação de terreno para a construção de uma biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi na cidade. Acompanhado pelo deputado estadual Paulo Corrêa, pelo superintendente da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes, pelos diretores da Fiems, Jaime Verruck e Ivo Scarcelli, e pelo superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, o presidente destacou que se trata da 32ª biblioteca do Programa no Estado, beneficiando, agora, 28 municípios – Campo Grande (3), Três Lagoas (2), Dourados (2), Corumbá, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Aquidauana, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde, Naviraí, Nova Andradina, Costa Rica, Iguatemi, Bataguassu, Rio Brilhante, Maracaju, Inocência, Paranaíba, Chapadão do Sul, Amambai, Sete Quedas, Aral Moreira, Aparecida do Taboado, Água Clara, Terenos, Cassilândia e Porto Murtinho.

Ainda segundo Sérgio Longen, as obras de construção da biblioteca na Rua Coronel Ponce, no centro da cidade, começam de forma imediata e a determinação é para que sejam concluídas até o dia 27 de agosto deste ano. “Não estamos trazendo para Porto Murtinho mais uma biblioteca, estamos disponibilizando uma indústria do conhecimento. Pretendemos fazer da unidade um espaço de formação profissional, oferecendo todas as condições para que as pessoas possam fazer os cursos de EaD (Educação a Distância) disponibilizados pelo Senai e os cursos de Educação Continuada do Sesi”, informou. Ele completou ainda que a Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi em Porto Murtinho já será entregue totalmente climatizada e com 10 computadores com acesso à Internet, além de acervo de 1,6 mil livros e dezenas de DVDs e CDs.

REPERCUSSÃO

Na avaliação do prefeito de Porto Murtinho, Heitor Miranda dos Santos, a Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi vai possibilitar o acesso da população à informação e à cultura disponibilizadas por meio dos livros e também pela Internet. “Trata-se da 1ª biblioteca de Porto Murtinho e escolhemos um local estratégico para a construção dessa unidade localizado próximo às escolas municipais Cláudio de Oliveira e Thomaz Laranjeira e ao nosso polo universitário, onde funcionam cursos superiores da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Com certeza, essa unidade vai contribuir de maneira decisiva para a inclusão digital dos moradores”, declarou.

Para o deputado estadual Paulo Corrêa, a utilização da biblioteca com um espaço para treinamentos é um passo importante para atrair a atenção de novos empreendimentos para Porto Murtinho e região. “A Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi vai oferecer o saber para a população e esse é um benefício que ninguém poderá tirar das pessoas. Com um espaço para treinamento, então, a cidade ganha oportunidade de qualificar os moradores para atender a indústria e este é outro importante benefício, pois vai oportunizar emprego e renda”, disse o parlamentar.

AGÊNCIA DA CAIXA

O presidente da Fiems também participou da inauguração da 1ª agência da Caixa Econômica Federal em Porto Murtinho e aproveitou para defender a desburocratização da máquina pública municipal. “Apenas com o fim da burocracia, poderemos agilizar os investimentos dos empresários industriais no município. Gostaria de sugerir ao prefeito Heitor Miranda dos Santos a criação de uma comissão de desburocratização para que a demora na concessão de alvarás não embargue o desenvolvimento econômico da região, pois a velocidade da máquina pública reflete diretamente na atração de mais investimentos”, pontuou.

O superintendente da Caixa no Estado, Paulo Antunes, reforçou a importância das parcerias com a iniciativa privada e pública de Mato Grosso do Sul, em especial com o Sistema Fiems e também com as outras entidades do Sistema S, para o desenvolvimento econômico sul-mato-grossense. Ele ainda destacou que a Caixa não é só mais um banco, mas uma instituição de fomento do crescimento econômico das cidades onde atua. “A escolha de Porto Murtinho para receber uma agência da Caixa foi feita de forma estratégica pela localização do município em uma região de fronteira. Esperamos contribuir para o desenvolvimento local”, discursou.

(*) Com informações de Assecom Sesi

Comentários