29/08/2014 11h37 – Atualizado em 29/08/2014 11h37

“MS precisa de mulheres de valor, da sensibilidade de mãe e no Senado quero honrar cada mulher desse Estado”, destaca Simone

Da Redação

Será no Senado Federal que a candidata, vice-governadora Simone Tebet (PMDB) quer trabalhar para garantir mais investimentos para Mato Grosso do Sul. A importância da mulher na vida pública foi destacada por Simone hoje pela manhã (29), numa fábrica de confecção e na noite de ontem (28), durante encontro que contou com grande participação do público feminino. “MS precisa de mulheres de valor, da sensibilidade de mãe e no Senado quero honrar cada mulher desse Estado”.

Conforme a candidata quando tinha cinco anos, seu pai, Ramez Tebet, estreou na vida pública e em todos os momentos, já como advogada e professora de universidades de Campo Grande, sempre pregou a importância dos jovens participarem da política. “Nesse período também me lamentava pela falta de mulheres corajosas para bater de frente às desigualdades e às necessidades da população. Eu que sempre via uma ou outra mulher se despontar em Mato Grosso do Sul e no Brasil, hoje faço uma campanha com muita alegria, porque tenho ao meu lado mulheres de valor, guerreiras, e que tem história na Capital e no Estado”.

Na eleição de 2014, dos candidatos que disputam uma vaga no Senado Federal por Mato Grosso do Sul, Simone Tebet é a única representante mulher.

Simone destacou que é preciso enxergar a mulher como ser igual ao homem. Significa que nos mesmos cargos elas têm direito aos mesmos salários, mas isso não acontece. “No Brasil temos mulheres nas mesmas condições de trabalho de homens, ganhando às vezes salários até 30% menores. A mulher tem muito que alcançar já que os nossos direitos só existem na teoria, mas queremos lutar por essa igualdade”.

No encontro, a candidata reafirmou seu compromisso de trabalhar pelo Estado. “Quero representar MS no Senado e quero ser a mão firme lutando contra interesses maiores de outros Estados que querem acabar com incentivos fiscais de Mato Grosso do Sul. Quero estar em Brasília lutando por mais emprego, geração de renda, e por mais qualificação dos nossos jovens e trabalhadores”, disse salientando que o eleitor tem a grande responsabilidade de eleger mulheres responsáveis para trabalhar por Mato Grosso do Sul.

MULHER E MÃE

Uma das bandeiras de Simone no Senado é exigir do governo federal que assuma a segurança pública de fronteira. “Queremos que assuma sua responsabilidade porque a segurança pública de fronteira não é responsabilidade do governo do Estado. Vamos exigir do próximo presidente da República mais policiais federais na fronteira, viaturas e equipamentos para impedir que a droga entre em Mato Grosso do Sul e sequestre a mente dos nossos jovens causando estrago nas nossas famílias. Nossa luta é pela mulher, pela mãe, mas também é pelo filho e contra as drogas”, salientou.

Simone lembrou também que como vice-governadora, acompanhou a criação de políticas públicas para as mulheres, principalmente a vítima de violência. Além de delegacias especializadas e centros de referência de atendimento à mulher em situação de violência instaladas no Estado, a cidade de Campo Grande terá em breve a Casa da Mulher Brasileira. O espaço vai oferecer delegacia 24 horas, alojamento de passagem, centro de convivência e até brinquedoteca. O prédio será edificado por meio da adesão do governo estadual ao Programa “Mulher: Viver sem Violência”, do governo federal.

(*) Com informações de Assessoria de Imprensa

“MS precisa de mulheres de valor, da sensibilidade de mãe e no Senado quero honrar cada mulher desse Estado”, afirmou a candidata (Foto: Divulgação/ AI)

Comentários