A senadora Simone Tebet (MDB-MS) disse que está estudando a possibilidade de apresentar um projeto de lei para garantir pensão vitalícia aos companheiros(as) de médicos e profissionais de saúde mortos em decorrência do coronavírus.

A senadora lamentou a morte do Dr. Robson Yataka Fukuda neste domingo (10), em Campo Grande. Ele era ex-diretor da Secretaria Estadual de Saúde (SES) e foi presidente do Conselho Estadual de Saúde.

Simone lembrou que o Dr. Fukuda era muito querido pela população e estava atuando na linha de frente na unidade de referência no tratamento de pacientes com Covid-19 do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul e no Pronto Atendimento do Hospital Unimed.

Desde o início da pandemia, cinco profissionais da saúde do Hospital Regional morreram de Covid-19, sendo três enfermeiros, dois médicos, incluindo Dr. Fukuda, e uma fonoaudióloga. 

“Lamento a morte do médico Robson Fukuda, muito querido pela população e deixo meu carinho e solidariedade à família e amigos. Também gostaria de me solidarizar com todas as famílias enlutadas que passam pela dor da perda de amigos e parentes por conta do coronavírus e com aquelas que estão com entes queridos nos hospitais. É um momento de muita tristeza, embora tenhamos começado o ano esperançosos com a vacina do Covid-19”, disse Simone Tebet em entrevista à Rádio Hora na manhã de hoje.

(*) Assessoria de imprensa com informações do Correio do Estado

Comentários