28/04/2015 08h52 – Atualizado em 28/04/2015 08h52

Segundo o sindicato, a prefeitura de Três Lagoas tem até 72 horas para se manifestar antes da paralisação

Assessoria

O presidente do Sindicato dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares do Setor Público de Três Lagoas, João Carvalho, protocolou, nesta segunda-feira, 27, na Prefeitura uma notificação de paralisação dentro de 72 horas, caso a prefeita não agende uma reunião para a discussão da pauta de negociação salarial da classe da enfermagem no município.

A carta com a proposta foi protocolada na Prefeitura de Três Lagoas em fevereiro e até então, nenhuma reunião foi agendada e nem apresentada uma contraproposta.

Segundo o presidente, João Carvalho, “como até agora ninguém se manifestou vamos para a paralisação, gostaríamos de deixar a população ciente de que o atendimento não será comprometido, vamos cumprir nosso papel como sempre fizemos. Um percentual de profissionais trabalhará normalmente para atender a todos que necessitarem”, finalizou.

Os trabalhadores da Unidade de Pronto Atendimento – UPA, SAMU e Postos de Saúde fazem parte do Sindicato da Enfermagem.

(*) Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares do Setor Público de Três Lagoas

O presidente do sindicato João Carvalho, juntamente com o documento protocolado na prefeitura. (Foto: Divulgação)

Comentários