10/08/2019 12h41

O encontro aconteceu na sede do Sititrel e reuniu dirigentes das duas instituições

Nesta sexta-feira, 09, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Papel e Celulose de Três Lagoas se reuniu com os diretores da Suzano, na sede da entidade. O encontro foi o primeiro referente a negociação do Acordo Coletivo 2019/2020, que tem como data base o mês de agosto.

De acordo com o presidente do sindicato, Almir Morgão, as cláusulas econômicas ainda não foram debatidas. “Os assuntos são distribuídos ao longo das reuniões, neste primeiro momento outros tópicos foram considerados, como por exemplo, a prática do sobreaviso e alteração na redação das cláusulas 32 (assistência médica) e 38 (convênio com farmácias), sugerido pela empresa, porém ainda sem um texto formal”.

Enquanto as negociações forem tratadas o Acordo Coletivo atual continuará valendo, sem prejuízos ao trabalhador. “Independentemente do tempo que levar as negociações, o trato atual se manterá, além disso, tudo que for conquistado será pago de forma retroativa, caso a data base extrapole”, explicou Morgão.

Uma nova reunião foi agendada para o dia 22 de agosto às 08h30.

PAUTA DE REIVINDICAÇÃO

Entre as solicitações dos trabalhadores estão: reajuste salarial real de 3%; Abono de R$ 2.500,00; Ticket alimentação R$ 450,00; Horas extras com adicional de 80% e 100%; Trabalho noturno com adicional de 45%; Auxílio filho excepcional de R$ 1.600,00/mês.

Assessoria

Divulgação

Comentários