16/11/2006 16h06 – Atualizado em 16/11/2006 16h06

O Dia

Um jovem de 24 anos morreu hoje no Rio de Janeiro após trocar tiros com policiais, no início da madrugada de hoje, na rua Itapecirica, em Realengo. Fabiano José Loureiro Tavares, mais conhecido como Peixe, segundo a polícia, é suspeito de matar o ator da Globo Fernando Almeida Soares, 28 anos, no dia 4 de abril de 2004, em um ponto de ônibus. O ator foi morto com dois tiros, quando voltava para casa, depois de sair de uma festa de madrugada, na casa de amigos, próximo a favela do Batã, em Realengo. O crime teria ocorrido depois de uma discussão do ator com pessoas que se encontravam na festa. Os tiros teriam sido disparados por dois homens e um deles seria Fabiano. Tavares morreu hoje no hospital Albert Schweitzer, em Realengo, após o tiroteio. De acordo com os policiais, eles faziam um patrulhamento normal, desconfiaram da conduta do rapaz e ao abordá-lo houve reação. Armado com uma pistola 9 milímetros, Tavares teria reagido a tiros e houve tiroteio. Ele foi baleado na cabeça, socorrido e levado para o hospital.

Comentários