02/05/2014 11h15 – Atualizado em 02/05/2014 11h15

Ele está preso desde 29 de abril pela morte da criança de 1 ano e 6 meses. Polícia investiga crime de abuso sexual contra menina de 3 anos.

Da Redação

O homem de 31 anos suspeito de espancar e matar um bebê de 1 ano e 6 meses no dia 29 de abril, é investigado também pela Polícia Civil por estupro a enteada de 3 anos, em Dourados, a 225 km de Campo Grande. A menina está com a avó materna.

O suspeito morava em uma residência no Jardim Santo André com a esposa, de 19 anos, e com os dois filhos dela, o bebê e a menina. Segundo a Polícia Civil, a jovem foi ao supermercado e deixou as crianças na casa com o padrasto.

Segundo o titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Dourados, Lupérsio Degerone, o homem foi preso em flagrante, algumas horas após a morte do menino.

De acordo com a polícia, ele foi interrogado na madrugada de quarta-feira (30) e confessou o crime. Ele relatou aos policiais que ficou irritado com o choro do bebê, por isso, colocou-o na cama e deu-lhe vários golpes com travesseiro. Ainda segundo o depoimento do suspeito, o bebê caiu, bateu a cabeça no chão e ficou desacordado.

Ao chegar na residência e ver que o filho não respondia, a mãe pediu ajuda aos vizinhos e levou o bebê para um hospital da cidade, mas ele não resistiu. Os médicos acionaram a polícia. Ainda segundo o delegado, há indícios de que o bebê tenha sido espancado. Segundo a Polícia Civil, o suspeito já cumpriu pena por tráfico de drogas. Ele está preso penitenciária da cidade.

(*) Com informações de G1 MS

Comentários