16.6 C
Três Lagoas
segunda-feira, 16 de maio, 2022
InícioNotíciasRegiãoSuzano firma parceria com TJMS e Prefeitura de Ribas do Rio Pardo...

Suzano firma parceria com TJMS e Prefeitura de Ribas do Rio Pardo para intensificar a prevenção à violência contra a mulher, crianças e adolescentes

O Termo de Cooperação Mútua entre a empresa, a administração municipal e o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul será assinado neste dia 3 de maio, em solenidade no Fórum de Ribas do Rio Pardo

A Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, firmará parceria com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) e a Prefeitura de Ribas do Rio Pardo para intensificar as ações de prevenção a todo tipo de violência contra as mulheres e também contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes no município. A assinatura do Termo de Cooperação Mútua entre a empresa e os órgãos públicos será realizada às 9 horas do dia 3 de maio, no Fórum de Ribas do Rio Pardo, e todos estão convidados a acompanhar a transmissão pelos links: https://youtu.be/P8gTwCDbErw ou youtube.com/TJMSJornalismo. Estarão presentes Maurício Miranda, diretor de Engenharia da Suzano responsável pelas obras de implantação da nova fábrica no município; João Alfredo Danieze, prefeito de Ribas do Rio Pardo; e o desembargador Carlos Eduardo Contar, Presidente do TJMS, entre outras lideranças e autoridades públicas.

De acordo com Miranda, o termo de cooperação mútua visa fortalecer as ações da companhia para a proteção dos direitos humanos no município, onde acontece a construção da nova fábrica de celulose da Suzano. “Em setembro do ano passado, firmamos uma parceria com a administração municipal para o lançamento do Programa Agente do Bem com o objetivo de promover a proteção dos direitos humanos e a prevenção a todos os tipos de violência contra mulheres e contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. O nosso plano de ação cresceu e, com o apoio também do TJMS, agora estamos assinando um novo termo de cooperação mútua visando o desenvolvimento social sustentável e a construção de uma sociedade mais justa e igualitária na região”, destaca o diretor.

Com o novo termo de cooperação mútua, o Tribunal de Justiça, por meio das Coordenadorias da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar e da Infância e Juventude e o Juízo da Comarca de Ribas do Rio Pardo, atuará como multiplicador de informações e conhecimento sobre toda a legislação envolvendo o tema. Já a prefeitura irá ceder os locais e servidores públicos para que as ações de capacitação e treinamento sejam realizadas. A Suzano entra com o apoio para o desenvolvimento de todas as oficinas e capacitações, realização de eventos e fomento para a estruturação da rede de apoio às mulheres, crianças e adolescentes, bem como a realização de campanhas publicitárias locais convidando toda a comunidade de Ribas do Rio Pardo a serem agentes fiscalizadores dos direitos das mulheres, crianças e adolescentes.

Violência contra a mulher

De acordo com a juíza Helena Aline Machado Coelho, coordenadora da Coordenaria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar em Mato Grosso do Sul, essas ações em parceria são essenciais para reduzir os índices de violência contra mulheres. “Em um ranking de mais de 180 países, o Brasil é o quinto país com maior número de assassinatos de mulheres. Mato Grosso do Sul está também entre os cinco estados brasileiros com maior índice de violência doméstica e familiar contra a mulher. Isso se deve a vários fatores, entre eles a sociedade machista e patriarcal em que vivemos. Daí, a importância de o Poder Judiciário manter ações voltadas à prevenção e ao enfrentamento da violência doméstica, ações essas que, sabemos, são referência não só no país como também fora dele”, reforça a juíza, complementando: “Ações como a que será desenvolvida em Ribas do Rio Pardo são de extrema importância e certamente refletirão em benefícios para toda a população”.

De acordo com dados do Mapa da Violência do IPEA (Instituto de Pesquisa Aplicada), em 2019, 3.737 mulheres foram assassinadas no Brasil. Em Mato Grosso do Sul, a taxa de feminicídio é de 4,4 para cada grupo de 100 mil habitantes, superior à média nacional (3,5) e ficando à frente de estados como São Paulo (1,7), Rio de Janeiro (2,5) e Minas Gerais (2,7).

“Com essa parceria, TJMS, Suzano e executivo municipal irão fortalecer a rede de atendimento às mulheres vítimas de violência do nosso município. Sendo essencial esse envolvimento da justiça, das empresas e dos técnicos que atendem diretamente às vítimas. Nosso objetivo é diminuir os casos e aprimorar nossos serviços nessa área da Mulher, buscando emancipação e empoderamento das vítimas, assim como realizar um trabalho de prevenção e conscientização da população para o enfrentamento a todo tipo de violência”, completa Jaqueline Arimura, Secretária Municipal de Assistência Social.

Violência contra crianças e adolescentes

Para a desembargadora Elizabete Anache, coordenadora da Infância e Juventude, parcerias como esta firmada em Ribas do Rio Pardo são essenciais para enfrentar a violência contra crianças e adolescentes. “[Esta parceria] é uma questão de responsabilidade social para com a população de Ribas do Rio Pardo, com relação à probabilidade de aumento nos dados estatísticos sobre violência contra a criança e o adolescente, diante da iminente transformação cultural e social do município. A realização da parceria com a Suzano proporcionará espaços de diálogo, palestras e cursos para com os órgãos da rede de proteção e campanhas de sensibilização com a comunidade estimulando assim uma cultura responsável e protetiva, promovendo uma melhora na qualidade das relações entre todos aqueles que residam ou venham a residir no município de Ribas do Rio Pardo”, salienta.

Dados da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado (Sejusp) apontam que, somente em 2020, foram registrados cerca de 5,5 mil casos de violências contra crianças e adolescentes entre 0 e 17 anos no Mato Grosso do Sul. Destes, cerca de 1.800 foram contra crianças com menos de 11 anos. No ano de 2020, 895 crianças com até 11 anos foram vítimas de estupro no Estado. Entre adolescentes de 12 e 17 anos, foram 629 casos de estupro registrados.

“A Suzano está empenhada na redução de desigualdades sociais a e essas ações passam diretamente pela criação de uma sociedade inclusiva em que mulheres, crianças e adolescentes tenham seus direitos garantidos. Para isso, precisamos do engajamento de diferentes setores da sociedade. A parceria com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e a prefeitura municipal de Ribas do Rio Pardo vem para reforçar a garantia de direitos das mulheres e no fortalecimento da rede de proteção a crianças e adolescentes em Ribas, trazendo mais força para este movimento”, ressalta Israel Batista Gabriel, coordenador de Desenvolvimento Social da Suzano.

 Sobre a Suzano

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 98 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

 Informações à Imprensa

Performa Comunicação

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.