20.6 C
Três Lagoas
quarta-feira, 20 de outubro, 2021
InícioIndústria & ComércioCeluloseSuzano realiza aula inaugural do Curso de Qualificação Profissional do Módulo Silvicultura...

Suzano realiza aula inaugural do Curso de Qualificação Profissional do Módulo Silvicultura em Ribas do Rio Pardo

Os cursos são realizados em parceria com o Senai e oferecem bolsas de estudo aos participantes e certificado de conclusão; cerca de 50% dos formandos poderão ser contratados para trabalhar na operação de silvicultura da Suzano em Ribas do Rio Pardo

A Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, realizou – nesta segunda-feira, 20, no Centro de Educação Infantil São João, em Ribas do Rio Pardo (MS) – a aula inaugural do Curso de Qualificação Profissional do Módulo Silvicultura. O curso integra as iniciativas que a empresa vem promovendo, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), para qualificar a mão de obra local para atuar em sua operação florestal de silvicultura (plantio) no município.

Gerente de Gente e Gestão da Suzano, Breno Heper Mizzi

Em agosto, a Suzano abriu 250 vagas para quatro cursos de formação profissional em Ribas do Rio Pardo: Iniciação Profissional Ajudante Florestal; Iniciação Profissional Operador de Máquinas Agrícolas; Qualificação Profissional Mecânico Comboísta; e Iniciação Profissional Motorista de Veículos de Cargas em Geral. Dos 250 profissionais selecionados para os cursos, 46 vão participar da aula inaugural, sendo 30 operadores e 16 mecânicos. A formação faz parte do Programa Cultivar da Suzano, que tem como objetivo contribuir para a formação de novos profissionais para a operação florestal, oferecendo aprendizado e uma profissão a quem está disposto a seguir de acordo com o propósito da Suzano de renovar a vida a partir da árvore.

Os cursos de formação serão ministrados no município de Ribas do Rio Pardo, de segunda a sexta-feira, com 8 horas diárias de capacitação, entre aulas práticas e teóricas. Entre os benefícios oferecidos aos participantes estão bolsa-auxílio no valor de R$ 350,00, alimentação e certificado de formação profissional. Para quem é de outra cidade, a empresa também está oferecendo estadia em alojamento.

 Diretor Regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo

“A geração de emprego e renda é uma das principais contribuições que a construção da nova fábrica da Suzano está trazendo para o desenvolvimento socioeconômico do município de Ribas do Rio Pardo e ao estado de Mato Grosso do Sul. E a qualificação profissional é um dos pilares para que esse desenvolvimento ocorra. Por isso, a Suzano está trabalhando fortemente, em parceria com o Senai, para qualificar e aproveitar a mão de obra local e da região. Além de propiciar a formação profissional, a Suzano deve contratar cerca de 50% dos participantes para atuar em sua operação florestal de silvicultura no município. Os demais estarão capacitados para atuar em outras empresas do mercado, com certificado do Senai”, afirmou Breno Heper Muzzi, gerente de Recursos Humanos da Suzano.

A aula inaugural do Módulo de Silvicultura contou com a presença de lideranças da Suzano e do Senai e autoridades locais, como representantes do Executivo municipal, que também é parceiro da iniciativa com a cessão de salas para a realização das aulas. Para o prefeito de Ribas do Rio Pardo, João Alfredo Danieze, a qualificação da mão de obra capacita o trabalhador e facilita o acesso ao mercado de trabalho. “Como consequência, ele terá uma facilidade maior de encontrar novos postos de trabalho, além de ter um ganho salarial e, com isso, proporcionar à sua família uma condição mais digna de vida e de lazer. Os cursos que serão oferecidos têm a excelência do nome Senai, que há mais de 80 anos é referência na formação da mão de obra em vários setores produtivos, e nossa cidade só tem a ganhar”, explicou o prefeito.

Para o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, a qualificação marca o início de uma intensa parceria da instituição com a Suzano em prol do desenvolvimento de Ribas do Rio Pardo e da indústria sul-mato-grossense. “Acreditamos que Ribas vive um momento muito parecido com o que Três Lagoas já viveu também, de novas oportunidades. Nesse cenário, é fundamental a presença do Senai para ajudar na qualificação profissional da população”, afirmou.

 Prefeito de Ribas do Rio Pardo, João Alfredo Danieze

Ainda conforme Rodolpho Mangialardo, a ideia é que a mão de obra local vá se desenvolvendo conforme o cronograma de obras da nova fábrica da Suzano. “Fizemos um cronograma de cursos para atender às demandas da empresa. Nesse primeiro momento, estamos oferecendo o curso de silvicultura, mas muitos outros virão, para atender a Suzano e também as demais empresas que devem ser atraídas para a região devido ao novo empreendimento”, completou.

Em Ribas do Rio Pardo, a Suzano vem transformando a vida de muitas pessoas. Dayelle Silva Ferreira, 25 anos, mora em Ribas há 18 anos, trabalhava como açougueira e hoje é exemplo do resultado de outras formações que a empresa já propiciou na cidade. Ela se orgulha de ter passado por uma seleção rigorosa e se tornar operadora de máquinas florestais. “Foram mais de 1.700 inscritos e eu fiquei entre os 30. O curso durou quatro meses, causou um grande impacto positivo na minha vida e hoje estou colhendo um sonho”, aponta Dayelle Silva Ferreira, que vai trabalhar em um forwarder (veículo florestal de transporte das toras de eucalipto).

Quem também não esconde a felicidade é Gustavo Soares Cavalcante, 26 anos, que já está colhendo os frutos das formações oferecidas pela Suzano. Ele é rio-pardense e deixa claro que a chegada da empresa transformou não só a sua vida, mas a da família inteira. “Minha vida mudou para melhor e hoje tenho a certeza de que poderei oferecer um futuro com mais segurança para toda a minha família. Gostei muito de fazer o curso, que foi dividido em teoria e prática. Não vejo a hora de começar a operar no forwarder. O que me deixou mais feliz foi que tudo isso aconteceu em plena pandemia. A Suzano é muito cuidadosa e isso eu verifiquei nos quatro meses de curso”, detalha Gustavo.

Sobre a Suzano

Suzano é referência global no uso sustentável de recursos naturais. Como líder mundial na fabricação de celulose de mercado e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano.

A empresa investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto com o objetivo de substituir matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia, resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, orgulha-se de sua equipe, composta por mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos, e destaca-se por ter os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3 (Brasil) e da NYSE – New York Stock Exchange (Estados Unidos), mercados onde suas ações são negociadas. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br.

(*) Performa Comunicação

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comentários
error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.