12/11/2018 13h57

Redação

O presidente Michel Temer (MDB) cancelou a visita que faria a Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (13) para autorizar o início da reforma da Escola Estadual Lúcia Martins Coelho.
Ele será representado pelo ministro da Educação, Rossieli Soares, conforme acaba de divulgar o Governo de Mato Grosso do Sul por meio da assessoria de imprensa.

A possibilidade de o presidente vir a Campo Grande foi adiantada pelo Campo Grande News nesta segunda-feira (12) na coluna Jogo Aberto. A escola foi vistoriada na semana passada por equipe do Bope (Batalhão de Operações Especiais) da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul).

A cerimônia de assinatura da autorização será realizada com as autoridades às 10h na própria escola, que fica na rua Bahia, 355 Jardim dos Estados.

Para revitalizar todo o prédio serão investidos mais de R$ 2,9 milhões. Do total de recursos, R$ 2,1 milhões são exclusivos dos cofres estaduais.

Considerada uma das unidades de ensino mais tradicionais de Campo Grande, a escola tem hoje 260 alunos matriculados no ensino em tempo integral.

Visita – Outra escola que receberá a visita das autoridades é a José Barbosa Rodrigues, que fica no bairro Universitário. Às 11h30, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai oficializar a entrega da ampliação e reforma do prédio.

As obras começaram em novembro de 2017 e terminaram em setembro deste ano. Foram investidos R$ 1,4 milhão, sendo R$ 368 mil do Estado.

Estão matriculados na unidade 420 estudantes.

(*) Campo Grande News

Comentários