Campo Grande, Dourados, Itaporã, Nioaque e Rio Brilhante contabilizam prejuízos do vendaval; em Três Lagoas houve queda de árvores

Forte temporal que atingiu boa parte de Mato Grosso do Sul na manhã desta segunda-feira, 26, deixou rastros de destruição em diversas cidades do estado.

Em Itaporã, comércios e casas foram destelhados pela ventania (veja vídeo publicado pela página O Sul Matogrossense:

https://www.facebook.com/osulmatogrossense/videos/pcb.3526355994074961/1284149221933848/

Em Nioaque o cenário também é de destruição. O vento dobrou antenas de comunicação, como pode ser visto na foto abaixo:

Em Nioaque vento destruiu torres de comunicação. Foto: O Sul Matogrossense

Em Campo Grande, segundo informações do Correio do Estado, o dia virou noite. A chuva chegou com vendaval, que causou queda de árvores.  

No bairro Universitário, uma árvore caiu sobre um carro que estava estacionado em frente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na rua Marques de Olinda.

Foto: Wilmar Carrilho / O Campo-Grandense

Conforme o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), acumulado durante o dia deve ser de 30 a 100 milímetros, ventos entre 60 e 100 km/h e possibilidade de queda de granizo.

Em Dourados também houve fortes rajadas de ventos, seguidas de chuva. O vendaval durou uns 30 minutos – o suficiente para derrubar dezenas de árvores, inclusive sobre veículo, provocando muita sujeira e medo nas pessoas. Conforme informação do guia clima da Embrapa Agropecuária do Oeste, as rajadas atingiram 46km/h, às 7h25 desta segunda-feira.

Árvores caíram em Dourados

Em Rio Brilhante também houve queda de árvores. Muros caíram, portões foram derrubados, a rede elétrica e de fibra óptica danificadas. Fachadas de lojas foram destruídas, assim como uma torre de comunicação de uma rádio local.

A coisa foi feia em Rio Brilhante. Foto: Rio Brilhante em Tempo Real

Três Lagoas

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros foram atendidas três chamadas de queda de árvores provocadas pela forte rajadas de que atingiram Três Lagoas. Uma árvore caiu próximo à rodoviária, obstruindo a Antonio Trajano; outra árvore caiu no quintal de uma residência no Jardim Oiti e a terceira ocorrência de árvore caída foi na avenida Rosário Congro.

Nesse momento uma equipe do Corpo de Bombeiros está no avenida Antônio Trajano fazendo a retirada da árvore que caiu sobre a via. Informações da leitora Isa Ferreira dão conta que uma árvore também caiu na rua Rafael de Haro, próximo da creche, conforme foto abaixo.

Comentários