A preocupação é que a queda de temperatura registrada nos últimos dias ajude a agravar o problema de saúde enfrentado por diversos indígenas

Um vendaval neste final de semana deixou um rastro de destruição na aldeia Kokue-Y no distrito de Cabeceira do Apa em Ponta Porã. De acordo com relatos e imagens que chegaram a redação, algumas casas foram derrubadas, o telhado de uma escola e a rede de energia elétrica que abastece a aldeia foram danificadas. Árvores foram arrancadas pela raiz. Pelo menos uma pessoa ficou ferida, e a comunidade indígena atingida está pedindo ajuda das autoridades.


A prefeitura de Ponta Porã já socorreu as famílias desabrigadas com cestas básicas através da secretaria de Assistência Social, mas os indígenas precisam de materiais para reconstruírem suas casas, principalmente lona e óleo diesel e os desabrigados terão que enfrentar a segunda noite de frio sem abrigo para protege-los.

A preocupação é que a queda de temperatura registrada nos últimos dias ajude a agravar o problema de saúde enfrentado por diversos indígenas principalmente as crianças e os idosos e a preocupação deles é com a gripe H1N1. A reportagem não conseguiu contato com nenhum representante da Fundação Nacional do Índio para falar sobre a situação.

(*) Antonio Coca – MS em Foco

Comentários