05/08/2008 15h33 – Atualizado em 05/08/2008 15h33

Os moradores da rua Manoel Ferreira da Rocha na Vila Nova estão reclamando de um terreno baldio que está sendo utilizado como lixeira.

O terreno que fica ao lado do número 1896, está parecendo um verdadeiro depósito de lixo, galhos de árvores e restos de obras.

 

Quem mora perto, sofre com as conseqüências do problema. O lixo jogado por populares no local propicia o aparecimento de animais peçonhentos como ratos, escorpiões e lacraias, além de possíveis focos do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, além de provocar o mau-cheiro.

 

‘Não adianta limpar, já que os próprios moradores do bairro jogam lixo e entulho’, reclamou uma dona de casa.

Para o aposentado João Francisco Ferraz, morador do bairro há 12 anos, as autoridades têm que tomar uma providência urgente para acabar de vez com o problema. “Acho uma falta de respeito com moradores próximos do terreno”, disse.

 

A comunidade está cansada dos transtornos causado pelo acumulo do lixo no local e espera alguma medida das autoridades.

Comentários