17/11/2006 14h32 – Atualizado em 17/11/2006 14h32

Campo Grande News

Na entrevista coletiva que concedeu hoje de manhã, o prefeito Laerte Tetila (PT) não soube explicar o motivo de o desconto oferecido pela Sanesul à Prefeitura de Dourados ser bem menor que o dado pela estatal para a Prefeitura de Três Lagoas. Tetila disse que o acordo fechado em Três Lagoas serviu como precedente jurídico para a transação efetivada em Dourados e por várias vezes durante a entrevista ele citou o caso daquela cidade do Bolsão como exemplo. Entretanto, não soube dizer por que o desconto oferecido pela Sanesul para Três Lagoas foi de 12,85% do montante da dívida enquanto a Prefeitura de Dourados pagará 42,85% do débito. No início deste mês, o secretário de Finanças de Três Lagoas, Valmir Marques Arantes, disse que o município devia R$ 14 milhões para a Sanesul e pagou a dívida com um precatório estadual de R$ 1,8 milhão. Pelo acordo que estava sendo fechado entre Tetila e a Sanesul, Dourados deverá transferir R$ 3,6 milhões em créditos federais para pagar uma dívida de R$ 8,4 milhões. O valor que seria pago representa 42,85% do total da dívida. Ao lado do prefeito durante a coletiva, o secretário de Governo, Ermínio Guedes dos Santos, disse que a “estrutura” da dívida de Três Lagoas é diferente, o que explicaria o fato de o desconto oferecido naquela cidade ter sido três vezes maior que obtido por Dourados.

Comentários