19/04/2018 08h30

Julgamento foi quarta-feira (18). Crime foi considerado hediondo e será cumprido em regime fechado

Redação

Tio e dois sobrinhos foram condenados em julgamento realizado quarta-feira (18), em Campo Grande, por matarem um homem a pedradadas devido a uma dívida de R$ 600. O crime aconteceu no bairro Santa Luzia, na madrugada do dia 11 de junho.

O tio foi condenado a 18 anos e 6 meses de prisão, um dos sobrinhos a 19 anos e outro a 18. O júri considerou o crime hediondo e as penas terão que ser cumpridas em regime fechado.

Conforme divulgado pelo poder judiciário, consta no processo que tio e sobrinhos cercaram a vítima e a espancaram. O homem ficou com o rosto desfigurado e uma pedra chegou a raxar devido às batidas na cabeça.

O homem perdeu a consciência, mesmo assim continuou sendo agredido. O suspeito mais velho pediu que o irmão pegasse uma pedra grande que havia ali perto e passou a desferir na cabeça da vítima.

Conforme a Polícia Civil, a medida que o rapaz batia na cabeça da vítima, a pedra quebrava em pedaços menores que passaram a ser usados pelos demais suspeitos. Quando tiveram certeza que o homem estava morto, saíram tranquilamente do local.

A polícia chegou até eles com ajuda de relatos de testemunhas e de imagens de câmeras de segurança.

*G1

Calçada onde aconteceu o crime ficou com manchas de sangue (Foto: Osvaldo Nóbrega/ TV Morena)

Comentários