Funcionários relatam falta de EPIs, dizem que “o pessoal do administrativo sumiu” e não estão sendo entregues equipamentos de segurança; construtora foi procurada para esclarecer a situação

Funcionários que prestam serviços para a Sial Construtora voltaram a cruzar os braços nesta semana alegando “falta de EPIs e de informações”.

Segundo relatos encaminhados por WhatsApp à redação do Perfil News, os operários estão preocupados porque haveria a suspeita de uma contaminação por coronavírus em um dos funcionários, que teria sido afastado.

Além disso, a equipe do administrativo não estaria trabalhando desde ontem, 27, o que aumenta os boatos sobre contágios pelo vírus.

“Não estamos pedindo aumento de salário, nem nada disso. Só queremos informações”, diz um funcionário. “Estamos sem técnico de segurança para fornecer os EPIs para nós e soubemos dessa suspeita de contágio. Precisamos ser informados”, diz.

Os operários alegam que não há máscara para todos e que acabou o álcool em gel.

O Perfil News entrou em contato com a Sial Construtora e aguarda o posicionamento da empresa.

Trabalhadores denunciam falta de segurança na obra do Hospital Regional

A redação do Perfil News recebeu, pelo WhatsApp, alguns vídeos produzidos por trabalhadores que atuam na construção do Hospital Regional em Três Lagoas. Nos vídeos eles relatam que estão sem segurança e sem EPIs para protegê-los de um possível contágio por coronavírus e informam que, inclusive, existe a possibilidade de um colaborador ter sido contaminado. Além disso, eles relatam que foram abandonados pela engenharia e pela segurança, já que no local não tem um profissional para orientá-los.O Perfil News já entrou em contato com a direção da Sial Engenharia, no Paraná, e aguarda o posicionamento da empresa.

Gepostet von Perfil News – TV Perfil am Dienstag, 28. April 2020
Comentários