19/07/2017 07h18

Evento foi oficialmente aberto ontem (18) e continua hoje (19) no anfiteatro da Unidade II da UFMS – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Redação

O Conselho Municipal de Assistência Social, com apoio e participação da Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), abriu oficialmente a XII Conferência Municipal de Assistência Social, no anfiteatro da Unidade II do Campus Três Lagoas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), no início da tarde de ontem (18).

A solenidade de abertura oficial do evento foi coordenada pela presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Daiane Caroline Queiroz Ramos Mateus, e abrilhantada com apresentações artísticas da Banda Musical Cristo Redentor, incluindo a execução do Hino Nacional Brasileiro, sob a regência do maestro Luiz Carlos Relíquias.

Entre as autoridades, incluindo representantes dos comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, estiveram presentes: vice-prefeito Paulo Salomão, representando o prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro; secretária municipal de Assistência Social, Vera Helena Arsioli Pinho; Mestre Armando Catrana, diretor do Centro Juvenil Jesus Adolescente, da Missão Salesiana na Vila Piloto; secretários municipais de Saúde, Angelina Zuque, e de Desenvolvimento Econômico, Antônio Empke Júnior; e, representando a Câmara Municipal, os vereadores Davis Martinelli e Isabel Cristina Ferreira.

Logo após a solenidade de abertura oficial, foi ministrada palestra, abordando a temática central desta conferência, “Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS”, proferida pela professora mestre e presidente do Conselho Municipal da Mulher, na cidade de Maringá (PR), Maria Cristina Araújo de Brito Cunha.
A Conferência será reaberta às 7h desta quarta-feira (19), no mesmo local, dando sequência à programação prevista de discussão, apresentação de propostas e escolha dos delegados, que representarão Três Lagoas na Conferência Estadual de Assistência Social, em Campo Grande.

PRONUNCIAMENTOS

Nos pronunciamentos, as autoridades presentes destacaram a importância da XII Conferência Municipal de Assistência Social, para o fortalecimento das ações desenvolvidas no município de Três Lagoas e para a continuidade das “garantias de direitos das famílias assistidas”, como ressaltou a secretária Vera Helena.
“A política de Assistência Social vem se consolidando no Brasil desde 1930, com Getúlio Vargas e, no decorrer da história vem se aperfeiçoando e fortalecendo”, observou, apresentando uma série de informações da evolução das políticas públicas de Assistência Social, até chegarmos na LOAS (Lei Orgânica da Assistência Social) e do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) .
“Nossa participação é que dará força a esta Conferência, porque ainda temos muitos desafios a superar, apesar de sermos referência no estado de Mato Grosso do Sul, graças ao apoio do nosso prefeito Angelo Guerreiro”, ressaltou Vera Helena.

Conforme observou o vice-prefeito Paulo Salomão, “todos os que lutam e acreditam num Brasil melhor se empenham para colocar em prática as ações e metas da Assistência Social. Tanto o prefeito Angelo Guerreiro como eu, como vice-prefeito, e toda a nossa equipe, levantamos a bandeira da humanização dos nossos serviços para a valorização e dignidade das pessoas. Acredito que essas devam ser as principais ações e metas da Assistência Social”.

Nesta Conferência, tendo como base a temática principal a “Garantia de Direitos no Fortalecimento do Sistema Único da Assistência Social – SUAS”, os trabalhos continuam besta quarta-feira nas discussões em torno dos seguintes eixos: a proteção social não-contributiva e o princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais; Gestão Democrática e Controle Social; o lugar da sociedade civil no SUAS; acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantias de direitos socioassistenciais; e, no quarto eixo, a legislação como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais.

(*) Assessoria de Comunicação Prefeitura de Três Lagoas

A Conferência será reaberta às 7h de ontem (Foto/Assessoria)

Comentários