Telas de Ilton Silva são o destaque da mostra coletiva que acontece a partir do dia 13, com entrada gratuita, na loja Teia Criativa, no Shopping Três Lagoas

 “Panoramas da pintura sul-mato-grossense – Ciclo I” é o nome da mostra que a loja colaborativa Teia Criativa, traz a Três Lagoas, em parceria com o artista plástico Antônio Pedro Alcântara, com objetivo de apresentar, em vários ciclos, os artistas do Estado que se dedicam à pintura em suas diferentes vertentes. Neste primeiro ciclo, o grande destaque será a exposição de obras de Ilton Silva, nascido em Ponta Porã, considerado um dos maiores expoentes das artes plásticas e nomeado pelos fãs como “pai de todos” os artistas em Mato Grosso do Sul.

A exposição de Ilton é inédita em Três Lagoas e contará com dez telas. As obras em exposição fazem parte do acervo de Antônio Pedro Alcântara, amigo do artista Ilton Silva, morto em 2018. “Será uma oportunidade única de outras regiões do estado terem contato com este artista que nos representou mundo afora”, afirma Alcântara, que é especialista em telas impressionistas, produzidas na técnica de pintura espatulada. Ele também terá obras na exposição e ficará, durante algumas horas do dia, pintando ao vivo, no pátio do shopping, em frente à loja Teia Criativa.

O Ciclo I ainda contará com obras de Kátia D´Angelo e Juan Ângelo – viúva e filho de Ilton Silva –, Isaac Saraiva, Nivaldo Marques, Ronaldo Autuori, do médico perito e pintor três-lagoense José Roberto Amin, Antônio Lima e Dom Bravo, entre outros. A abertura da exposição será realizada na quinta-feira, dia 13 de fevereiro, na loja do Shopping Três Lagoas, a partir das 19h30,  e segue aberta ao público nos horários de funcionamento do shopping, até 15 de março.

O objetivo da Teia Criativa, loja voltada à exposição e venda de artesanato e artes manuais, é fomentar também a cena artística local e regional. Desde sua inauguração, em dezembro, a loja tem exposição de telas e esculturas do artista paulista Fábio Francé. Agora, pretende sistematizar a iniciativa com o projeto “Circuito Teia Criativa de Artes”, com objetivo de buscar parcerias e criar uma agenda.

“Além de proporcionar que os artesãos de Três Lagoas e região tenham um espaço qualificado para comercializarem seus produtos, um dos nossos compromissos com a administração do shopping é promover mostras artísticas gratuitas, para aproximar os clientes do cenário criativo que a gente tem em Três Lagoas, no MS e também fora”, afirma Vinícius Raspini, da Teia Criativa.

A agenda ainda está sendo construída, mas a ideia é contemplar várias expressões, como ilustração, fotos, instalações, escultura, entre outras. “Nosso orçamento é muito restrito, mas temos certeza de que muitos artistas estarão dispostos a ser parceiros, como o Alcântara, para divulgar suas obras. Nossas portas estarão abertas para, dentro de alguns critérios, mostrar arte e artesanato para os três-lagoenses e turistas que visitam o shopping. Nossa ideia é promover cultura e arte de forma colaborativa e temos feito muitos contatos para isso”, aposta Raspini.

Sobre a exposição dos sul-mato-grossenses

Filho do marceneiro Abílio Antunes e da escultora Conceição dos Bugres, o maior ícone da cultura sul-mato-grossense, Ilton Silva nasceu em Ponta Porã e viveu no meio da arte. Morto aos 75 anos, em junho de 2018, morando em Santa Catarina, deixou um legado artístico que se estende também a membros de sua família, como a mulher, Kátia D´Angelo e o filho, Juan Ângelo, artistas plásticos que também terão obras na exposição em Três Lagoas.

Sua produção multicolorida, sua fase mais conhecida, denominada “Cores e Mitos” retrata mães, suas filhas e o cenário natural exuberante que as envolve, revelando uma profusão de detalhes que lembram os quintais interioranos do MS.

Ilton Silva teve uma trajetória de grande relevância para a cultura sul-mato-grossense. Em 1967, participou da fundação da Associação Mato-Grossense das Artes (AMA) que revelou grande artistas plásticos no Estado, antes mesmo de sua divisão.

O pintor tem reconhecimento internacional, tendo exposto na Argentina, Alemanha, Portugal e Estados Unidos. Obras suas também podem ser encontradas no acervo do Museu de Arte Contemporânea (Marco), em Campo Grande, e em instituições como o Sesc.

Médico perito, José Roberto Amin nasceu em Três Lagoas e, há mais de 30 anos pinta telas abstratas que, da decoração de consultórios médicos passou a compor também acervo de galerias expressivas de São Paulo.

O Ciclo I também terá obras do impressionista Alcântara, um dos promotores do evento. Quase que de forma independente, o artista está trazendo seu acervo para Três Lagoas, visando iniciar um processo que ele sonha estender a outros municípios do Estado.

Com exposições em diversas galerias nacionais e internacionais, Alcântara é conhecido por explorar o universo da fauna e flora do MS, como na série de pinturas de ipês, assim como por sua série de telas de Dom Quixote e de árabes. Também é retratista, com realização de encomendas para autoridades políticas e judiciais, além de empresários do estado.

A exposição conta ainda com obras de Dom Bravo, Antônio Lima, Nivaldo Marques e Isaac Saraiva, este último dedicado à arte naif (arte ingênua, em francês) e de Humberto Espíndola, outro ícone cultural e um dos maiores promotores da cena das artes plásticas regional

A loja Teia Criativa fica na entrada B do Shopping Três Lagoas, com funcionamento de segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 14h às 20h. A entrada é gratuita.

(*) Ana Barbosa

Comentários