A partir do dia 1º de julho testagens passam a ser feitas tanto no Quartel do Corpo de Bombeiros como em seis Unidades Básicas de Saúde; testes diários passam de 10 a 60. Veja quem deve ser testado e como agendar

Para aumentar a testagem na população da macrorregião de Três Lagoas e dar ainda mais capilaridade para o atendimento em diversos pontos da cidade, o Governo Estadual, com apoio da Prefeitura municipal, ampliou o número de testes rápidos realizados no drive-thru do município.

A partir do dia 1º de julho, o atendimento será feito tanto no Quartel do Corpo de Bombeiros Militar, localizado na Avenida Fillinto Muller, 3.300, no Jardim Morumbi, como em seis Unidades Básicas de Saúde em vários bairros do município. Além das 30 coletas diárias de RT-PCR, ou seja, de biologia molecular, serão realizadas 60 testagens rápidas, de segunda a sexta-feira, no período vespertino.

Atualmente são 10 testes rápidos por dia. “O aumento na testagem é de fundamental importância para que tenhamos a real dimensão da atual situação da pandemia. Esse incremento no número de testes rápidos atende a demanda da população, considerando o aumento de casos da doença”, alerta o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

Dados do boletim epidemiológico desta segunda-feira (29) revelam que, em Três Lagoas, já foram realizados 988 testes RT-PCR no drive-thru do município, iniciado no dia 25 de abril, com 80 casos confirmados. Os testes rápidos somam 214, com 8 pessoas testando positivo.

Em Mato Grosso do Sul, já são 7.676 casos confirmados da doença. Em Três Lagoas são 259 pessoas infectadas pelo vírus.

As pessoas de Três Lagoas e região que desejam tirar dúvidas e, caso necessário, agendar o teste, devem ligar no (67) 3311-6263, no disk coronavírus. As UBS que também poderão realizar testes rápidos são: UBS Santa Rita, UBS Jd Maristela, UBS Vila Piloto, UBS Paranapunga, UBS Novo Oeste e UBS São Carlos.

RT-PCR ou sorologia?

O teste molecular, ou RT-PCR, deve ser feito por quem está com sintomas no momento, ou teve sintomas nos últimos oito dias. Quanto mais cedo é feito, a partir do início dos sintomas, maior a sensibilidade do teste. Já o teste rápido (sorologia) indica se a pessoa já esteve em contato com o vírus e já desenvolveu anticorpos para a doença. Deve ser feito, pelo menos, após o oitavo dia do início dos sintomas.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-32.png

O teste rápido identifica no sangue os anticorpos contra o coronavírus. Ele traz dois marcadores: o igm, que mostra que a pessoa teve contato com o vírus recentemente, e o igg, que mostra que o paciente teve a doença há mais tempo.

Para estar habilitado a fazer o teste a pessoa tem que ter desenvolvidos sintomas característicos de Covid há pelo menos oito dias e estar assintomático há 72h.

Método

Ao contrário do teste molecular, que recolhe secreção via swab (cotonete especial para coleta), o teste rápido usa uma pequena amostra de sangue. Como o próprio nome diz, o resultado do teste sai entre 15 e 20 minutos.

No entanto, a pessoa não poderá ficar esperando no local até o teste sair. O resultado será enviado, via SMS, email ou pode ser visualizado no site indicado no protocolo entregue durante a coleta. Em até 24h o resultado estará à disposição do paciente.

Comentários