20/05/2015 17h04 – Atualizado em 20/05/2015 17h04

Ação será promovida pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura Municipal

Assessoria

A Prefeita Marcia Moura (PMDB) anunciou na manhã desta quarta-feira (20), que Três Lagoas receberá na primeira quinzena de junho a Caravana da Saúde. A ação será promovida pelo Governo do Estado com parceria da Prefeitura e tem como objetivo atender as principais demandas acumuladas e reestruturar os serviços de saúde.

A equipe do Governo do Estado esteve no gabinete da prefeita, onde conheceu e avaliou os espaços que futuramente serão reservados para a ação. Enquanto isso, a Secretaria Municipal de Saúde está se preparando para organizar o cronograma de atividades que serão executadas ao longo da Caravana.

“Esta será a oportunidade que o Município poderá oferecer o atendimento nas mais diversas áreas para a nossa população. Tenho certeza que esta iniciativa vai ser um sucesso”, disse a prefeita.

CARAVANA

Três Lagoas será o terceiro Município do Estado que vai receber a Caravana da Saúde. Coxim e Ponta Porã já receberam as ações que visam humanizar o tratamento e garantir atendimento ao maior número possível de sul-mato-grossenses.

O programa levará até o Município uma estrutura com veículos, sendo carretas específicas para atendimentos e cirurgias oftalmológicas e outros de apoio de instituições parceiras.

Os trabalhos da Caravana da Saúde integram a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) com especialidades diversas especialidades. Também farão parte do cronograma: consultas odontológicas, tomografia computadorizada, raio-x, mamografia, além de exames para aferição da pressão arterial, glicemia, HIV, capacitação, palestras e gincanas.

A equipe da Secretaria de Saúde está fazendo o levantamento do número de atendimento que será oferecido que deverá ser de acordo com a demanda existente no Município. O cronograma de ações ainda está sendo definido e as especialidades serão divulgadas oficialmente na próxima semana.

(*) Assessoria

A caravana realizará atendimentos e cirurgias oftalmológicas e outros de apoio de instituições parceiras. (foto: Divulgação)

Comentários