15/09/2017 16h28

Segundo a PM, de janeiro a agosto deste ano, houve uma redução de 5,88%, em comparação ao mesmo período de 2016

Viviane Pinheiro

O número de ocorrências de furto em Três Lagoas diminuiu em 2017. Os dados, levantados com exclusividade pelo Perfil News foram adquiridos junto ao 2° Batalhão da Polícia Militar. Segundo a PM, de janeiro a agosto deste ano, houve uma redução de 5,88%, em comparação ao mesmo período de 2016.

Porém, em relação aos roubos, houve um aumento significativo, de 31,64%. O Tenente-Coronel James Magno, falou sobre o aumento dos roubos na cidade. Segundo ele, estes crimes são mais praticados quando as pessoas estão a pé ou de bicicleta. “Celulares e pequenas quantias em dinheiro são os itens mais levados”. Ele enfatiza que a distração acaba sendo inimiga das segurança das pessoas. “Muita gente anda mexendo no celular e isso acaba chamando atenção de quem está com segundas intenções”, comentou.

Questionado sobre o aumento dos roubos, o Tenente- Coronel mencionou que nos cinco primeiros meses deste ano houve um aumento na criminalidade, devido à redução no números de policiais. “Muitos saíram para fazer cursos, outros se aposentaram. Às vezes não há substituição do policial que sai e isso deixa a equipe cada vez mais reduzida”, ressaltou.

Em relação aos pontos mais “inseguros” de Três Lagoas, Magno afirma que é feito um estudo detalhado, para que as viaturas sejam distribuídas com melhor planejamento. “A base operacional instalada no Centro, reduziu significativamente os crimes na região, porém, as viaturas ficam disponíveis apenas durante o dia, onde há movimentação no comércio é bem intensa”.

Sobre os pontos de drogas, muitos são descobertos através da ALI (Agência Local de Inteligência), que desenvolve sistematicamente ações especializadas para a identificação e acompanhamento de crimes. Após uma série de investigações e certeza dos fatos, o trabalho é entra na fase de cumprimento de prisões e apreensões.

O responsável pela PM ressalta que mesmo com o índice negativo em relação aos roubos, os agentes da polícia estão se desdobrando para atender a população. Segundo ele, o aumento no número de roubos tem vários fatores como, por exemplo, a situação econômica e social do país. “Tem muito desemprego e algumas pessoas infelizmente partem para o mundo do crime”, salienta.

Outro ponto destacado seria que as equipes policiais de Três Lagoas estão combatendo cada vez mais o tráfico de drogas. De janeiro até os 15 primeiros dias de setembro, aproximadamente oito toneladas de drogas foram apreendidas. “Isso faz com que o traficante migre para outro crime, como o mais comum, o roubo”.

Outro dado positivo é que nos oito primeiros meses deste ano, a Polícia Militar cumpriu 278 mandados de prisão e 343 pessoas foram presas em flagrante, além de 42 armas apreendidas até o mês de julho.

Tenente-Coronel James Magno. (Foto: Ygor Andrade)

Comentários