06/10/2015 11h06 – Atualizado em 06/10/2015 11h06

O gato pertencia à filha do casal e foi morto na frente da menina. O homem fugiu depois de praticar as agressões

Lucas Gustavo

Um gato morreu ao ser arremessado contra uma parede por um homem de 26 anos, em Três Lagoas. Antes de matar o animal, o morador agrediu com tapas e chutes a esposa de 18. Durante o ataque, ele desejava beber o sangue da mulher e do bicho. O fato aconteceu por volta da 1h desta terça-feira (6), na Rua dos troncos, do Bairro Jardim das Hortências, onde o casal vive.

De acordo com informações da Polícia Civil, o homem estava embriagado e seus filhos presenciaram toda a confusão. As crianças pediram ao pai que se acalmasse, mas ele as ignorou. O rapaz também quis bater em uma vizinha que tentou intervir no ataque. Ela atirou tijolos em cima da casa do morador esperando que ele parasse com as agressões.

O homem deixou o local em uma motocicleta Honda 150, vermelha. Durante a fuga, ele quase atropelou a esposa. A Polícia Militar fez buscas, mas não o encontrou. A mulher teve lesões no rosto e nas costas. O gato, que morreu na hora, pertencia à filha do casal. O bicho foi morto na frente da menina.

A Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) registrou a ocorrência como ameaça, violência doméstica, lesão corporal dolosa e crime contra animais.

Polícia Militar encaminhou a ocorrência à Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário. (Foto: Arquivo/Perfil News).

Comentários